-- ANUNCIE AQUI ! ---------------------------------------------------------------------------

14 julho 2016

Ceará é derrotado pelo Botafogo (PB) e complica-se pela Copa do Brasil




O Ceará não se encontrou em campo e acabou derrotado ( foto: correio da paraíba / raniery Soares )
Sabe aquela noite que nada dá certo e o time todo tem uma atuação para esquecer? Aconteceu ontem com o Ceará. Com um desempenho abaixo da crítica, o Alvinegro foi derrotado por 3 a 0 para o Botafogo/PB, no estádio Almeidão, em João Pessoa (PB), e complicou bastante sua classificação para as oitavas de final da Copa do Brasil.
Agora, para avançar de fase, a equipe cearense precisará, no mínimo, devolver o placar na próxima quarta-feira, 20, no Presidente Vargas, às 19h30, para levar o jogo para os pênaltis. Uma classificação direta, só vencendo por quatro gols de diferença.
Depois do baque, o Alvinegro de Porangabuçu volta a pensar na Série B, ao receber o Criciúma no sábado, 16, no Castelão, em um duelo direto pelo acesso.
Muito mal
A estratégia do técnico do Ceará, Sérgio Soares, em escalar um time misto, com apenas cinco titulares começando a partida, não deu certo. A começar pelas falhas da defesa alvinegra, que comprometeram qualquer estratégia que o treinador imaginava para o jogo de ida do torneio.
Logo com 5 minutos, um lance que ilustra a noite alvinegra: João Paulo cruzou pela direita, Charles cortou apenas parcialmente e Sandro, mesmo sem nenhum adversário próximo, se atrapalhou e fez contra: 1 a 0 para os paraibanos.
Ao sofrer um gol tão cedo, o Vovô tentou sair para o ataque, mas logo ficou claro que não só a defesa comprometeria a atuação da equipe: a marcação do meio campo não achava os adversários, o meio campo não conseguia dar sequência às jogadas e o ataque era bem marcado pelos defensores rivais.
Nas duas chances que o Vovô teve no 1º tempo, ambas com Bill, o atacante não acertou o alvo. No restante do primeiro tempo, só deu Botafogo, que ampliou o placar, aos 29 minutos, em mais uma falha da defesa alvinegra. A linha de defesa calculou mal o posicionamento e deixou o zagueiro Plínio livre para fazer um belo gol: 2 a 0.
Para piorar ainda mais a tarefa do Ceará em busca de reação, o lateral-direito Tiago Cametá ainda foi expulso, de forma infantil, nos minutos finais do 1º tempo após peitar Jefferson.
No 2º tempo a atuação do Vovô foi ainda pior, sem criar nada no ataque e sofrendo mais um gol, novamente com Plínio, após a defesa voltar a bater cabeça.
Depois do terceiro gol sofrido, o técnico Sérgio Soares tratou de fechar a equipe depois dos 30 minutos para evitar um placar mais elástico. Com o Belo satisfeito com o resultado, o Vovô teve a tarefa facilitada, mas muito a lamentar no apito final.

DN
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial