-- ANUNCIE AQUI ! ---------------------------------------------------------------------------

25 julho 2016

"O candidato deverá ser Ivo", diz prefeito Veveu Arruda



Irmão caçula de Cid e Ciro, Ivo é dado como candidato pelo prefeito

Apesar da demora no anúncio oficial do nome que vai disputar a eleição majoritária em Sobral, o atual prefeito, Clodoveu Arruda (PT), adiantou que o grupo ligado aos Ferreira Gomes já tem o candidato, deverá ser o deputado estadual Ivo Gomes (PDT).

Ivo não tem falado como candidato, nem negado a possibilidade de disputar. Nos bastidores, havia a possibilidade do seu nome não ser escolhido por pesquisas internas indicarem suposta rejeição ao parlamentar.

“Temos uma pesquisa interna que indica uma boa situação (eleitoral) para ele”, disse o prefeito, negando que haja alto índice de rejeição que possa vetar a candidatura. Os números indicariam, segundo o petista, uma vantagem acima dos 20 pontos entre o irmão de Cid Gomes e o segundo colocado.

Atualmente, o deputado federal Moses Rodrigues (PMDB) e o ex-candidato à Prefeitura, Dr. Guimarães (PSDB), se colocam como pré-candidatos e fazem pré-campanha na cidade. O cenário é ideal para Ivo, já que os votos da oposição seriam divididos em uma eleição de um turno apenas. Veveu, no entanto, aguarda uma disputa mais dura. “Eu, pessoalmente, trabalho, inclusive, com o cenário que eles possam se juntar”.

O petista ressaltou a maior aliança que o grupo político terá na disputa local. Além do PDT, pelo menos 15 partidos devem embarcar na candidatura de Ivo.

Tradicional da política dos Ferreira Gomes, a grande aliança, no entanto, não deve ser garantia de vitória em Sobral. Em 2012, a oposição, fracionada, alcançou 49,65% dos votos válidos mesmo com Veveu apoiado por ampla aliança partidária. Há uma discussão entre PMDB e PSDB para avaliar a possibilidade de acordo entre Moses e Guimarães no sentido de unir as oposições.

“Conversas de Beco”
A reportagem visitou o “Beco do Cotovelo” - principal ponto de encontro dos sobralenses no centro do município - para bater um papo com a população sobre as perspectivas eleitorais de outubro. Logo se formou uma roda de conversa com eleitores interessados no assunto.

“Aqui nem remédio no posto tem. Se fizessem (a atual administração) alguma coisa boa nós votávamos nele (Ivo Gomes), mas não fazem nada”, criticou um vendedor ambulante que não quis se identificar.

Por outro lado, há defensores do grupo que governa a cidade por pelo menos 20 anos. “Eu sou Ferreira Gomes até a alma”, diz o aposentado Antônio Tarcísio, de 79 anos, que continua votando mesmo sem a obrigatoriedade da lei eleitoral.

Ele diz, no entanto, que “conversas de Beco” apontam a possibilidade de Cid Gomes ser o nome do PDT caso as pesquisas internas não favoreçam o irmão. “Mas é conversa de beco”, ressalta.

O POVO
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial