-- ANUNCIE AQUI ! ---------------------------------------------------------------------------

03 agosto 2017

MPCE investiga enriquecimento ilícito de PMs envolvidos em crime de extorção



Durante três meses, o Ministério Público Estadual (MPE), através do seu grupo Especial de Atuação Contra o Crime Organizado (Gaeco); e a Controladoria Geral de Disciplina dos Órgãos da Segurança Pública e do Sistema Penitenciário (CGD) trabalharam em conjunto e na surdina. Objetivo: investigar e prender quatro policiais militares que andavam sujando a farda.  Sargentos destacados no 17º BPM (Conjunto Ceará) estavam enriquecendo ilicitamente, comprando casas, carros de luxo e até sítios e casas de praia. Com que dinheiro? Dinheiro de extorsão.
Segundo o MPE, os sargentos Auricélio da Silva Araripe, Glaydson Eduardo Saraiva, Jeovane Moreira Araújo de Rilmar Marques dos Santos usavam da prerrogativa de agentes da Segurança Pública do Estado para tomar dinheiro de criminosos. Interceptações telefônicas autorizadas pela Justiça mostraram como eles agiam. Usavam além da farda, até viatura da Corporação para prender os traficantes e depois soltá-los após o pagamento da propina. A trama  criminosa e o enriquecimento ilícito chegaram ao fim nesta terça-feira, 1º de agosto, com a prisão dos quatro. Agora, vão ter que explicar para a Justiça como, recebendo um soldo de aproximadamente  R$ 3 mil, conseguiam a “mágica” de comprar imóveis e carros de luxo. Fim da linha. Vão perder a farda…
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial