-- ANUNCIE AQUI ! ---------------------------------------------------------------------------

24 outubro 2017

Municípios cearenses não tem dinheiro para pagar o 13º Salário



A Associação dos Municípios do Ceará (Aprece) mobilizou, na manhã desta segunda-feira (23), durante a abertura do debate Diálogo Municipalista, no Hotel Luzeiros, em Fortaleza, prefeitos, lideranças políticas, deputados federais e senadores para discutir saídas para a crise financeira que atinge os municípios do Ceará. O encontro ‘’Diálogo Municipalista’’ tem dois dias de debates (segunda e terça) e faz parte da mobilização nacional deflagrada pelos prefeitos para pressionar o Governo Federal a liberar uma quota extra do FMP (Fundo de Participação dos Municípios) até o dia 31 de dezembro.
O assessor especial da Aprece, Expedito Nascimento, disse que a situação financeira dos municípios é extremamente critica e poucos, no atual cenário econômico, terão condições de pagar o 13º salário dos servidores municipais em dezembro.
A quota extra do FPM, o equivalente a um mês dos recursos que a União repassa aos Municípios, daria fôlego, segundo Expedito, para as administrações municipais deixarem em dia os compromissos com os fornecedores e com os servidores que esperam o desembolso do 13º salário.
O presidente da Aprece, Gadyel Gonçalves, fez um apelo aos representantes da bancada do Ceará em Brasília para se sensibilizarem com as dificuldades financeiras do Município.  
“É preciso que os parlamentares entendam o tamanho da crise em que as administrações se encontram. Muitos gestores não estão conseguindo cumprir seus compromissos com folha de pessoal e com fornecedores’’, disse Gadyel
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial