-- ANUNCIE AQUI ! ---------------------------------------------------------------------------

08 dezembro 2017

Leônidas Cristino diz que obras do São Francisco atrasou e não vai chegar ao Ceará se quer em junho 2018



O deputado federal Leônidas Cristino, denunciou no plenário da Câmara Federal, terça-feira, o atraso na conclusão do Eixo Norte da transposição do rio São Francisco. Segundo ele, o ministro da Integração Nacional, Hélder Barbalho, anunciou que a obra seria entregue em janeiro de 2018, mas não ficará pronta sequer em junho do próximo ano.
A redução dos níveis dos açudes que abastecem Fortaleza clama por solução, disse o deputado. “É lamentável a falta de pulso gerencial, essa ausência de vontade política. É tratada com negligência uma questão grave, o abastecimento de água da quinta maior cidade do País, com 2,6 milhões de habitantes. Beira a inépcia essa atitude, a irresponsabilidade de um governo que há de responder por essa desmoralização”, ele afirmou.
Leônidas Cristino disse ter apontado a existência de caminhos para agilizar a obra no Eixo Norte, alternativas com respaldo nas leis. Todavia – acrescentou – o Ministério da Integração Nacional escolheu o pior caminho.
Conforme o deputado, o Ceará precisa da chegada da água da transposição em Jati, para trazê-la até o Castanhão através do Cinturão das Águas, para receber a recarga salvadora do rio São Francisco. “O governo federal age com irresponsabilidade diante dessa situação. Não demonstra compromisso com o Nordeste”, ele observa.
“O País é testemunha que a principal obra do governo Temer é forjada nos conchavos para mantê-lo no cargo. Nisso é consumida a energia do governo federal, para livrar o chefe do Executivo de denúncias de corrupção, custe o que custar”, acentua Leônidas Cristino. “Por que o governo federal faz ouvidos moucos para o clamor das populações atingidas pela seca?” – ele indaga.

Roberto Moreira
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial