-- ANUNCIE AQUI ! ---------------------------------------------------------------------------

05 fevereiro 2018

Chuvas se concentram no Norte do Ceará






Forquilha. A região Norte esteve à frente, nesse sábado (3) e domingo (4), nos índices de maiores precipitações em todo o Estado do Ceará. Assim como informou a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), que previu para o primeiro fim de semana de fevereiro nebulosidade variável e possibilidade de chuva isolada na faixa litorânea e na Serra da Ibiapaba.

Das 7h de sexta-feira (2) às 7H de sábado (3), dos 46 municípios que registraram chuvas no Estado, dez se localizam no Norte, mas não fazem parte da Ibiapaba, como Groaíras (49mm), Amontada (42mm), Cariré (38mm), Senador Sá (37mm), Acaraú (33mm), Granja (28mm), Itapajé (27mm) e São Benedito (26mm).

Já das 7h de sábado (3) às 7h de domingo (4), dos 29 municípios que receberam chuvas no Ceará, as maiores se concentraram em Forquilha (46mm), Graça (25mm) e Chaval (25mm), também na região Norte, que lideraram a lista das dez maiores precipitações do dia, segundo os dados da Funceme.

Zona de Convergência

O Órgão Meteorológico relata a presença de nuvens sobre o Estado associadas à proximidade da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), principal sistema meteorológico indutor de chuvas neste período, assim com a existência de um Cavado de Altos Níveis sobre o Nordeste, responsável pelas precipitações de Pré-Estação.

A avaliação climática para o período de fevereiro a abril, divulgada em 22 de janeiro, apontou que, no Ceará, há 40% de probabilidade para chuvas superiores à média histórica, 35% em torno da normalidade e 25% de chances do período se encerrar abaixo do normal.

Após o período de seis anos consecutivos de chuvas abaixo da média, o Estado tem apresentado cenário favorável para chuvas acima da média histórica, afirmam os estudos divulgados pela Fundação. Iniciada em dezembro, a pré-estação chuvosa, que tem se manifestado em diversas regiões do Estado, segue dentro do esperado para o período, de acordo com meteorologistas da Funceme.

A atuação de Vórtices Ciclônicos (VCAN) e Cavados de Altos Níveis (CAN), fenômenos previstos com antecedência de três a quatro dias, atuaram com maior frequência no mês de janeiro, com características de forte intensidade, em alguns momentos, mas de pequena durabilidade e também de precipitações irregulares.

Previsão

O meteorologista Raul Fritz confirma que a chegada da segunda quinzena deste mê de fevereiro poderá trazer chuvas mais consistentes para todo o Ceará.

"Aguardamos a manifestação da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), que persiste sobre a nossa região, por maior tempo, configurando nossa quadra chuvosa. Essa frequente nebulosidade sobre o Estado do Ceará, sinalizada pela presença de um Vórtice Ciclônico de Altos Níveis (VCAN), com chuvas de tendência a serem mais distribuídas, ainda deve se manter", explica o meteorologista.

Ele finaliza dizendo: "por enquanto, temos esses sistemas meteorológicos que abrangem áreas menores que contribuem para atividades de formação de nuvens de chuva, mas tudo dentro do previsto para o período".

No momento, a maior preocupação é o aporte dos reservatórios, que acumulam apenas 6,6% da capacidade.

DN
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial