-- ANUNCIE AQUI ! ---------------------------------------------------------------------------

05 julho 2018

Município de Sobral celebra 245 anos de muitas histórias







Além de ostentar o quarto PIB do Estado e a nona economia do Interior do Nordeste, os bons índices de desempenho dos alunos da Educação Básica de Sobral a mantém em destaque no País ( Fotos: Luiz Queiroz )
00:00 · 05.07.2018 por Marcelino Júnior - Colaborador

Sobral. Nascida às margens do Rio Acaraú, esta Cidade do Norte do Ceará festeja seus 245 anos de emancipação nesta quinta-feira (5), com a certeza de que o avanço do tempo só lhe fez bem. Referência no Interior do Ceará, o Município, com pouco mais de 205 mil habitantes, é a quarta economia do Estado, com produto Interno Bruto (PIB) de pouco mais de R$ 4 bilhões, em um ranking encabeçado por Fortaleza, Maracanaú e Caucaia, segundo a última pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).


Os bons índices também mantêm o Município como a nona maior economia do Interior nordestino, além do destaque na Educação Básica do País, de acordo com os números alcançados nos últimos anos pelo índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

Consolidado como polo de Educação Superior, o Município tem atraído cada vez mais jovens de diversas partes do Brasil. E o vai-e-vem de estudantes tem dado à cidade um frescor que a prepara para os novos tempos.

Oportunidades

Considerada pelo IBGE como uma Capital Regional, a Princesinha do Norte, como é carinhosamente chamada pelos seus moradores, é também "uma cidade que abraça seus visitantes com muito calor humano", segundo o autônomo Antônio de Paiva Silva, 56, que veio com a família, de Imperatriz, no estado do Maranhão, há cerca de 42 anos, em busca de trabalho e de melhoria de vida.

"Meus pais deixaram o que tínhamos para trás, para investir aqui, onde já moravam outros parentes, que falavam muito bem da cidade", conta seu Antônio, que passa parte do tempo atendendo clientes no pequeno comércio de frutas que montou na varanda de casa. Às vezes, ele circula pela cidade de VLT, o Veículo Leve Sobre Trilhos, que conecta bairros por 13, 9 quilômetros de extensão, com paradas em 12 estações. Ao preço de R$ 1, o sobralense tem essa opção, que não substitui, mas ameniza a carência de transporte público na Cidade.

Patrimônio

Andar por ruas e avenidas do Centro, e de alguns bairros mais próximos, pode ser considerada quase uma viagem no tempo, pois seu Sítio Histórico, tombado em agosto de 1999, pelo Instituto do Patrimônio Histórico Artístico Nacional (Iphan), mantém imóveis de relevância histórica e arquitetônica, como a Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição, de onde a Cidade floresceu; o Theatro São João; o Palácio de Línguas Estrangeiras; e o Becco do Cotovelo, ponto de encontro dos amantes da intelectualidade sobralense. Tudo isso inserido no Centro Comercial.

Apesar do avanço, a área guarda certas características que a diferem de outras cidades Brasil afora. "Sobral ainda mantém seu Centro preservado e muito utilizado como local de moradias; diferentemente do que ocorre em outras cidades, como Fortaleza. E, apesar do avanço do comércio, ainda existem moradias inseridas no nosso Sítio Histórico", reforça Alana Pontes, gerente do Patrimônio Histórico da Coordenadoria de Planejamento Urbano da Secretaria de Urbanismo e Meio Ambiente.

DN
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial