-- ANUNCIE AQUI ! ---------------------------------------------------------------------------

09 outubro 2018

Eunício Oliveira anuncia fim da carreira política após ser derrotado nas urnas











Eunício não seguirá na vida pública (FOTO: Agência Brasil/Marcelo Camargo)

Após ser derrotado nas urnas, Eunício Oliveira (MDB) anunciou que deixará a vida pública. Em nota, o atual presidente do Senado Federal agradeceu aos eleitores.

“Recebo com reverência e respeito essa determinação imposta a todos nós pelas regras democráticas, pelas quais tanto lutei. Agradeço, com muita honra e humildade, aos 1.313.793 cearenses que seguiram confiando em mim. Recolho-me agora à vida pessoal”, declarou.

O emedebista ainda desejou sorte aos que foram eleitos e afirmou respeitar os resultados das urnas que demonstram anseios de mudança. Eunício chegou ao Senado em 2010. Seu mandato será finalizado em janeiro de 2019.

Eunício Oliveira nasceu em setembro de 1952 em Lavras da Mangabeira, município localizado a 400 quilômetros de Fortaleza. Ele é filiado ao MDB desde 1972. Nas eleições de 2018, Eunício declarou patrimônio de R$ 89.238.675,75.



Eunício Oliveira ocupou a segunda vaga ao Senado durante as pesquisas, mas foi derrotado por Eduardo Girão (Pros), recém-chegado à política cearense, e ficou fora do Congresso Nacional.

A disputa pela segunda vaga foi decidida voto a voto até 99,8% das urnas apuradas. Segundo a Justiça Eleitoral, Cid Gomes (PDT) recebeu 3.221.562 votos, equivalente a 41,6%. Girão somou 1.323.661 votos, equivalente a 17,11%. Eunício obteve 1.310.639 votos (16,93%).

Em aliança informal, Cid e Eunício fizeram campanha juntos, em estratégia semelhante a que elegeu Eunício e José Pimentel (PT) em 2010. A proximidade com o grupo político do governador Camilo Santana (PT), com quem tinha rompido em 2014, não foi suficiente para garantir a reeleição do líder do MDB no Estado.

Ciro Gomes (PDT), candidato à presidência, articulou contra Eunício e fez uma série de ataques ao presidente do Senado. No dia da eleição, Ciro declarou voto no Psol para a 2ª vaga de senador. Ainda assim, seu irmão, Cid Gomes, acompanhava Eunício em agendas de campanha ao lado de Camilo e minimizava desentendimento.

Confira a nota na íntegra:

“O voto é a forma como o povo se manifesta nas Democracias. Foi a partir das urnas que os brasileiros, e os cearenses em particular, demonstraram os anseios de mudança.

Recebo com reverência e respeito essa determinação imposta a todos nós pelas regras democráticas, pelas quais tanto lutei. Agradeço, com muita honra e humildade, aos 1.313.793 cearenses que seguiram confiando em mim.

Recolho-me agora à vida pessoal.

Desejo boa sorte e energia para os que foram eleitos.

Eunício Oliveira”

Tribuna do Ceará
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial