-- ANUNCIE AQUI ! ---------------------------------------------------------------------------

18 novembro 2018

Cigano quer transformar fazenda em orfanato para abrigar crianças e idosos em Sobral






Paulo Cigano, eleito recentemente chefe do núcleo da Associação de Preservação da Cultura Cigana do Estado do Ceará tem planos de construir um orfanato para abrigar velhos e crianças na Fazenda Joelma, de sua propriedade, em Sobral.

"É um sonho antigo. Vamos amparar quem estiver abandonado, independentemente de quem é ou não cigano. Vamos proporcionar às pessoas aquilo que nunca recebemos. Meu sonho é grande. Além do orfanato, pretendo fazer um colégio, um posto de saúde e uma areninha para os jovens. Queremos abrigar gente de todas as raças", descreve o empresário.

Paulo explica que a ideia de um colégio veio para suprir uma lacuna na sua trajetória. "Não tínhamos como ficar no colégio pois nossos pais, quando saíam não tinham destino certo. Podiam demorar um mês, um ano ou não voltar nunca mais. Era uma vida errante no sentido de não planejar o futuro, deixar que as coisas acontecessem normalmente".



A ausência de relatos escritos sobre sua etnia fez com que Paulo, entre outros projetos, resolvesse escrever em breve um livro contando a trajetória do seu povo. "O que temos publicado não foi escrito por ciganos. Muitas vezes, não têm a nossa visão, nem relatam precisamente como vivemos".

Agricultura familiar

A fazenda, localizada a 4km da saída de Sobral para Tianguá, abriga 12 famílias de ciganos. Todos têm parentesco. Como parte do processo de início da inserção da etnia nas políticas públicas, elas estão contempladas no Monitoramento de Ações e Projetos Prioritários(MAPP), num projeto de agricultura familiar da Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA).

Numa área de aproximadamente 11 hectares, serão desenvolvidas as culturas do milho, feijão, mandioca, batata-doce e hortas agroecológicas, entre outras. Tudo o que for produzido será rateado entre as 12 famílias.

O excedente será comercializado na feira do Aprazível, distrito de Sobral. O agrônomo Evandro Matos, da SDA, está à frente da iniciativa. "Além deles, esse projeto vai beneficiar mais 200 famílias de ciganos. Afora a agricultura familiar, também haverá a criação de galinha caipira e piscicultura. É a primeira vez que trabalhamos com ciganos. Tem sido uma experiência muito boa. O engajamento deles é surpreendente. Demonstram bastante interesse".
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial