-- ANUNCIE AQUI ! ---------------------------------------------------------------------------

10 dezembro 2018

Camilo Santana foca em formação da Mesa e Reforma Administrativa






O governador Camilo Santana volta a conversar com deputados eleitos na manhã desta segunda-feira (10) sobe os rumos de seu segundo Governo. O chefe do Executivo deve fechar trabalho sobre a reforma administrativa de sua nova gestão, hoje, e encaminhar medidas por decreto ou leis que serão apreciadas pela Assembleia Legislativa.

Até o momento, o governador Camilo Santana já se reuniu com sete parlamentares e outros oito estão agendados para hoje. Dois temas políticos estão na pauta de discussões do chefe do Executivo: fechar questão quanto a um nome de consenso para presidir a Assembleia Legislativa e aprovar uma reforma administrativa moderna do ponto de vista fiscal, segundo tem defendido o secretário de Planejamento Maia Júnior.

Camilo Santana já iniciou uma série de conversas com os parlamentares cearenses neste sentido, desde a segunda-feira passada. Os diálogos foram interrompidos no meio da semana por conta de encontros que teve em Brasília com outros governadores, bem como a tragédia no Município de Milagres, que vitimou 14 pessoas e demandou maior atenção do governador.

De acordo com interlocutores de Camilo Santana, as mudanças na gestão serão feitas através de decretos e propostas, essas últimas encaminhadas para o Legislativo Estadual. Uma das intenções é reduzir o quantitativo de pastas da gestão. As conversas que o governador iniciou com os deputados eleitos para a próxima Legislatura giram em torno da nova composição da Mesa Diretora, comissões técnicas da Casa e, claro, acomodação de aliados na gestão.

O governador sinalizou interesse em renovação dos quadros da Mesa, o que implica no fortalecimento dos nomes de Evandro Leitão e Tin Gomes, ambos do PDT. O atual presidente da Casa, Zezinho Albuquerque (PDT), porém, já demonstrou interesse em mais um mandato, o quarto consecutivo, caso tenha êxito.

Há duas semanas, o secretário de Planejamento e Gestão, Maia Júnior, apresentou uma proposta ao governador sobre um novo modelo de gestão para seu segundo mandato. Após uma semana de férias, Camilo resolveu apresentar o projeto a deputados da Assembleia. O documento projeta o Ceará pelos próximos dez anos, inclusive, apontando metas para futuros governos.

Em um primeiro momento, o governador pretende conversar, individualmente, com todos os deputados eleitos, e em seguida, chamará parlamentares da base governista para tratar sobre a questão da presidência da Casa e Mesa.

Agendadas

Na segunda-feira da semana passada, ele se reuniu com Elmano de Freitas (PT), Augusta Brito (PCdoB), Aderlânia Noronha (SD), Agenor Neto (MDB), Marcos Sobreira (PDT), Nizo Costa (Patri) e Nezinho (PDT). Uma série de reuniões estão agendadas para todo o dia de hoje, com outros oito parlamentares eleitos.

Interessados nas discussões sobre a presidência do Legislativo cearense, os deputados Zezinho Albuquerque, Tin Gomes (PDT) e Evandro Leitão (PDT) ainda não foram convocados, segundo informaram ao Sistema Verdes Mares. No entanto, Leitão destacou que já havia interesse do governador em realizar esse diálogo com todos os deputados.

"Alguns colegas estiveram com o governador e não conversaram apenas sobre a Mesa, mas também sobre o próximo mandato dele", disse o atual líder do Governo. Segundo informou, é importante que seus pares se preocupem com aquilo que deverá ser o melhor para o Governo, seja participando da Mesa Diretora ou em qualquer outra função. "As coisas acontecem naturalmente".

Eficiente

De acordo com o pedetista, ainda não há certeza sobre Pastas que serão extintas ou fundidas no Governo Camilo Santana. No entanto, ele destacou que a gestão precisa passar por um aperfeiçoamento contínuo. "Isso depende de como se encontra a conjuntura. Acredito que aquilo que for melhor para o Governo, no sentido de tornar a máquina mais eficiente, a gente tem que dar apoio".

Pronto para disputar mais uma vez o cargo de presidente da Assembleia, o deputado Zezinho Albuquerque disse que está conversando com seus colegas "para ver no que dá". "Se for a vontade da maioria, tudo bem. Se não, não tem nenhum problema. Estamos em busca de ajudar o projeto".

Para o pedetista, havendo necessidade de redução da máquina do Governo Camilo Santana, isso poderá ser feito sem maiores problemas. No entanto, Albuquerque ressaltou que o Estado tem demonstrado estar no rumo certo, não havendo necessidade de muitas mudanças. Ele salientou que o governador está conversando com os deputados para discutir matérias encaminhadas pelo Executivo.

DN
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial