-- ANUNCIE AQUI ! ---------------------------------------------------------------------------

02 fevereiro 2019

José Sarto toma posse na presidência do legislativo cearense







O deputado José Sarto (PDT) tomou posse, nesta sexta-feira (1º), durante sessão de instalação da atual legislatura na Assembleia Legislativa, em meio a muita expectativa em torno do seu primeiro mandato no comando da Casa. Antes do início efetivo dos trabalhos, deputados da oposição já sinalizavam a retomada da proposta de instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar o tráfico de drogas e envolvimento de facções criminosas no Estado.

A posse dos 46 deputados eleitos em 2018 foi prestigiada pelo governador Camilo Santana (PT) e secretários de Governo. Em discurso após ser eleito, o novo presidente da Assembleia defendeu um Legislativo mais tolerante e respeitoso. "Para além das obrigações constitucionais, que é legislar, representar e fiscalizar, hoje, ao Poder Legislativo é imperativo que se comporte em consonância com a sociedade. Hoje, há uma missão de ser mais tolerante, mais respeitoso, aos agentes políticos".

De acordo com ele, os equipamentos da Casa devem funcionar de forma mais efetiva, como a Universidade do Parlamento Cearense (Unipace) e o Conselho de Altos Estudos. José Sarto defendeu, ainda, a reforma do Regimento Interno, bem como o prosseguimento de projetos como o "Ceará sem Drogas". Ele disse que buscará orientação dos ex-presidentes da Casa, Zezinho Albuquerque (PDT) e Domingos Filho (PSD).

Presente à posse, o governador Camilo Santana comentou a proposta de criação de uma CPI do tráfico de drogas, defendida por opositores. Ele destacou que os parlamentares podem registrar o pedido, e que o Legislativo é um poder independente para efetivar tal solicitação. Já o presidente eleito, José Sarto, ponderou a necessidade de um fato concreto para instalar a comissão, bem como o caráter político da solicitação.

A discussão predominante no Legislativo estadual, a partir de agora, deve girar em torno da constituição de blocos partidários para a acomodação dos deputados nas 18 comissões técnicas permanentes. Segundo alguns parlamentares, já no início da próxima semana, reuniões serão realizadas para a constituição de grupos.

Bancadas

O PT, por exemplo, estuda se alinhar com o PCdoB para ter mais espaços na Casa. No entanto, de acordo com Elmano de Freitas (PT), a sigla não quer abrir mão de ter voz para apresentar as demandas da agremiação. O PP é outro partido que não pretende se coligar, uma vez que já definiram que Apóstolo Luiz Henrique será o líder do partido.

Durante a sessão de instalação da atual legislatura, aliás, o parlamentar chegou ao Plenário 13 de Maio com diversos fiéis de sua igreja. Alguns, inclusive, ficaram de joelhos nas galerias que dão acesso ao plenário durante toda a solenidade de posse. Evangélicos, Luiz Henrique e Silvana Oliveira (PR) realizaram um culto ao término da sessão. A deputada Silvana Oliveira, inclusive, reclamou da falta de oração durante a sessão de posse. Um assessor da parlamentar afirmou que cultos e orações serão constantes no Legislativo, a partir de agora.

Érika Amorim (PSD) deve ser a líder da bancada do partido, formada por ela e pela deputada Patrícia Aguiar (PSD). Ela também será a presidente da comissão de Infância e Adolescente. A parlamentar tirará um mês de licença para acompanhar o filho, em tratamento médico, em São Paulo.

Voto contrário

Após a solenidade que deu posse aos 46 deputados que compõem o Legislativo cearense, foi realizada votação para eleição da nova Mesa Diretora da Assembleia. José Sarto acreditava que a chapa seria eleita por unanimidade, mas um parlamentar foi contrário à composição da Mesa.

Logo que a eleição foi encerrada, assessores, parlamentares e imprensa questionavam quem teria ido contra o colegiado. Deputados da oposição disseram que tinham votado a favor da composição da Mesa, visto que havia acordo para ocupação de espaços na Casa.

No entanto, após negar que tinha votado contra a chapa, o deputado André Fernandes (PSL) chegou a dizer que o voto contrário teria sido dele. Opositores também especulavam que o voto teria dado por um governista insatisfeito com as tratativas feitas para composição da Mesa Diretora.

Mesa Diretora

José Sarto foi eleito presidente com votos favoráveis de 45 dos 46 parlamentares. Junto com ele estão os deputados Fernando Santana (PT), na primeira vice-presidência da Casa; e Danniel Oliveira (MDB), na segunda vice-presidência.

O primeiro secretário é o pedetista Evandro Leitão, que terá o apoio de Aderlânia Noronha (SD) e Patrícia Aguiar (PSD), respectivamente, na segunda e terceira secretarias. O quarto secretário é Leonardo Pinheiro (PP). Romeu Aldigueri (PDT), Osmar Baquit (PDT) e Bruno Gonçalves (Patri) são os vogais da Mesa.

Os trabalhos efetivos da Assembleia terão início somente na próxima terça-feira (5), quando será realizada a primeira sessão ordinária da legislatura. É esperada a ida do governador Camilo Santana, desta vez para apresentar a mensagem governamental ao Parlamento. Na mensagem, o chefe do Executivo deve tratar da implantação do "Programa Superação", que abrangerá projetos para crianças e adolescentes carentes.
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial