-- ANUNCIE AQUI ! ---------------------------------------------------------------------------

04 novembro 2019

79 famílias de Santana do Acaraú comemoram a titulação de suas propriedades







Felicidade e ansiedade eram facilmente reconhecidos nos semblantes dos agricultores familiares, na manhã desta quarta-feira (30), na Câmara Municipal de Santana do Acaraú, na região do Sertão de Sobral.

Foi mais uma frente de serviço do Governo do Ceará, por meio do Instituto do Desenvolvimento Agrário do Ceará (Idace), que entregou títulos de propriedade rural a 79 famílias. O objetivo da ação, dentro do Programa de Regularização Fundiária, foi valorizar e despertar a auto-estima do homem do campo.

A ação foi comandada pelo assessor especial de Relações Institucionais da Casa Civil, Nelson Martins, acompanhado do secretário executivo de Planejamento da Secretaria do Desenvolvimento Agrário do Ceará (SDA), José Leite, da superintendente adjunta do Idace, Gracinha Pedrosa.




“Hoje, 79 pessoas passam a ter mais cidadania. A principal demanda que sempre foi apresentada em todos os encontros, reuniões, assembleias e fóruns dos trabalhadores e trabalhadoras rurais era a regularização fundiária. Essa política é a base de tudo. Ela dá a estabilidade, a segurança, a cidadania e permite ao agricultor e agricultora ter acesso ao crédito”, enfatizou Nelson Martins, que reapresentou o governador Camilo Santana.

O Programa de Regularização Fundiária é uma parceria entre o Governo do Ceará, o Governo Federal, municípios, entidades e sindicatos.

Para o secretário executivo da SDA, José Leite, que no ato representou o secretário De Assis Diniz, titular da pasta, “esse trabalho de regularização fundiária no Ceará talvez seja referência até para a América Latina. Um trabalho completo, feito em parceria com o Incra”, destacou.




Nós sabemos que o governador Camilo Santana tem colocado diversas escolas de tempo integral e elas precisam de alimentação, que é fornecida pela agricultura familiar. É também por isso que o governador disse para fortalecermos ainda mais a agricultura familiar, para fornecermos para as escolas, presídios, enfim, para toda a estrutura do governo”, concluiu José Leite.

“Ao todo, foram medidos 1.040 imóveis rurais aqui. Já foram titulados 130 imóveis rurais e ainda temos 206 imóveis passíveis de serem titulados. Eu fico feliz quando eu venho ao município, olho nos olhos do agricultor e vejo que ele ficou feliz com o produto do nosso trabalho”, mencionou a superintendente adjunta do Idace, Gracinha Pedrosa, que representou o titular do órgão, José Wilson Gonçalves.
Alegria sobre duas rodas




Gozando de plena saúde, aos 77 anos, José Ilson Ponte chegou ao local para receber o seu título de terra pilotando a própria moto. Feliz, o agricultor falou sobre o benefício. “A grande vantagem é que a terra agora fica em segurança. Na minha terra eu crio gado, planto feijão, porque esse é o meu ramo. Com condições e com facilidade, eu faria um poço profundo, que não tem, cavaria uns açudecos e melhoraria as minhas cercas, que é para criar”, disse.
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial