-- ANUNCIE AQUI ! ---------------------------------------------------------------------------

12 dezembro 2019

Golpistas clonam telefone de pousada em Jericoacoara e pedem depósitos e transferências de clientes




O foco dos golpistas seria o período de Natal e Ano Novo, com grande movimentação de turistas (Foto: Matheus Dantas (30/06/2017))

Pelo menos duas pousadas de Jijoca de Jericoacoara tiveram seus números de telefones clonados por uma quadrilha que usava os contatos para solicitar depósitos e transferências bancárias a clientes em troca de pacotes promocionais ou hospedagens. Proprietários das pousadas denunciaram o golpe. Até agora, segundo o gerente comercial da pousada La Villa, Júlio César Borges, há pelo menos 10 notificações do golpe - em um deles, a cliente transferiu R$ 1,8 mil.

Em conversa com O POVO, Júlio César Borges relatou que já foi feita uma denúncia através de Boletim de Ocorrência (BO) registrado na Delegacia Municipal de Jijoca de Jericoacoara. "Vários hóspedes informaram que uma pessoa da pousada estava solicitando o depósito de valores em uma conta de pessoa física, que não é nossa. E depois disso vários e-mails chegaram e assim tivemos certeza da clonagem", contou.

Conforme o gerente, esta prática também ocorreu no ano passado, em períodos de alta estação, como Carnaval e Réveillon. O modos operandi é o mesmo. "Eles pegam a lista de contatos das conversas do WhatsApp e vão mandando mensagens com pedidos de depósito, ou oferecendo ofertas incríveis. Para isso, a pessoa precisa depositar um valor na conta informada", detalha o gerente.

Como o golpe acontece

O POVO teve acesso a um dos e-mails enviados pelos golpistas para um cliente, que o encaminhou para a pousada. Na conversa, uma conta em nome da pousada La Villa entra em contato com o cliente através de uma plataforma que, segundo Júlio César, a pousada sequer possui conta. Além dos dados para depósito, em nome de uma pessoa física, também há solicitação do envio do comprovante de pagamento por e-mail.

A pousada alerta a possíveis clientes que não aceitem pedidos de depósitos e/ou transferências bancárias sem a devida confirmação do e-mail e telefone da pousada ou hotel em que está sendo feita a reserva.

Procurada pela reportagem, a Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) informou que a Delegacia Municipal de Jijoca de Jericoacoara investiga as circunstâncias da denúncia. Oitivas e diligências estão em andamento, com o objetivo de capturar os responsáveis pelo crime.

A população pode contribuir com as investigações, ligando para o número (88) 3669-1264. O sigilo e o anonimato são garantidos.
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial