-- ANUNCIE AQUI ! ---------------------------------------------------------------------------

15 dezembro 2019

Rogério Ceni decide ficar no Fortaleza e renova até 2020




Rogério Ceni é o técnico mais vitorioso da história do Fortaleza (Foto: Júlio Caesar/O POVO)

Rogério Ceni vai continuar como técnico do Fortaleza na temporada 2020. O Tricolor do Pici venceu a concorrência do Athletico-PR e garantiu a permanência do ex-goleiro no cargo. O treinador aceitou a proposta de renovação da diretoria até o fim do próximo ano.

Nas redes sociais, o Fortaleza anunciou a renovação com um vídeo exibindo as conquistas de Rogério Ceni no clube. "O mito fica. O legado continua", publicou o Tricolor



Ceni também tinha proposta do Athletico-PR, mas optou por seguir no Pici. Ele utilizou os cinco dias que havia solicitado para se definir, enquanto participava de um curso na CBF. A diretoria tricolor prometeu uma folha salarial um pouco maior, uma estrutura adequada e um time competitivo para as competições que estão por vir.

Ao pé da letra, Ceni não deixou de ser técnico do Fortaleza em nenhum momento, uma vez que seu contrato atual termina em 15 de dezembro
Histórico

Rogério foi anunciado como técnico do Fortaleza, pela primeira vez, em 10 de novembro de 2017. O Leão tinha conquistado o acesso à Série B, com Antônio Carlos Zago. Ceni chegou para campanha da segunda divisão e se tornou o mais importante técnico do Tricolor do Pici.

Em 11 de agosto deste ano, Ceni anunciou que deixaria o Leão e iria para o Cruzeiro. Naquele ponto, Já havia conquistado um Campeonato Cearense e os títulos inéditos da Copa do Nordeste e da Série B do Campeonato Brasileiro. Em 27 de setembro, 46 dias depois de ter saído, ele foi demitido da Raposa, Zé Ricardo saiu do Fortaleza, e Ceni retornou ao Leão.

Sob comando de Ceni, o Tricolor garantiu a permanência na Série A, além de vaga inédita para a Sul-Americana de 2020. Ceni foi quinto técnico que mais comandou o Leão em jogos oficiais. Ao todo, nos dois períodos, Ceni esteve à frente do Leão por 111 jogos, ganhou 202 pontos, conquistou 60 vitórias, e teve 22 empates e 29 derrotas - com um aproveitamento de 60,66%. Foram 162 marcados pelo Fortaleza, com 101 gols sofridos - um saldo de 61 gols -, com Ceni como técnico.

Foi com Ceni que o Fortaleza vivenciou alguns dos momento mais gloriosos de sua história. Para além dos títulos, foi o período de maior maior profissionalização de diversos setores do Leão, e o técnico encampou, junto ao mandato do presidente do clube, Marcelo Paz, as melhorias de infraestrutura no Estádio Alcides Santos, que tornou-se um centro de excelência no Pici, além de melhorias no CT de Maracanaú. Recentemente, a pedido de Ceni, foi divulgado que o gramado do CT Ribamar Bezerra, a exemplo do que foi feito no Pici, será substituído por uma grama idêntica a do estádio Castelão.

As arquibancadas também responderam ao sucesso em campo. O número de sócio-torcedores, na esteira da campanha vitoriosa do time, bateu recordes: atualmente são 33.779 sócios. Desde o início de dezembro, houve um acréscimo de 4.532 sócios-torcedores tricolores. Além disso, o Fortaleza conquistou a segunda maior média de público no estádio na Série A do Brasileirão, com 33 mil pessoas - atrás somente do público levado pelo campeão Flamengo.
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial