-- ANUNCIE AQUI ! ---------------------------------------------------------------------------

06 fevereiro 2020

Ceará venceu a primeira, mas atuação não agradou






Demorou, mas enfim o Ceará e o técnico Argel Fucks comemoraram juntos, encerrando um jejum que incomodava ambos. Ontem no Presidente Vargas, pela 2ª rodada do Campeonato Cearense, o Alvinegro venceu a 1ª partida na temporada após 3 empates, batendo o Pacajus por 1 a 0, gol de Klaus. Esta também foi a primeira vitória de Argel Fucks no comando do Vovô.

Se contabilizarmos o ano de 2019, o Alvinegro quebra um jejum de 10 partidas sem ganhar, e Argel de seis, já que dirigiu o Vozão em 3 jogos da Série A do Brasileiro sem conseguir vencer.

Mas embora a vitória tire a pressão por resultados imediatos, a insatisfação da torcida alvinegra ficou clara ontem no Presidente Vargas, com vaias em muitos instantes do jogo, pela atuação do Vozão, que foi ruim.

Não que o time que enfrentou o Fortaleza no sábado e jogou uma boa partida tenha regredido, afinal ele não esteve em campo. Para o jogo de onte, o técnico Argel Fucks mudou a formação alvinegra, escalando apenas um que iniciou o clássico, o zagueiro Klaus. No mais, uma formação alternativa, mesclando remanescentes como Fabinho, Eduardo Brock, Fernando Sobral, Matheus Gonçalves e Lima, e com novos contratados que ainda não engrenaram: Eduardo, Vinícius e Rodrigão.

A escolha de Argel tinha seus riscos, afinal, a falta de entrosamento e queda de qualidade seriam vistas. E não deu outra.

O que se viu no PV foi um Ceará errando demais, criando pouco e saindo na frente com uma jogada forte, a bola parada, em cabeçada certeira de Klaus, aos 16 minutos.

O gol cedo fez o Vovô se tranquilizar até demais no jogo, tocando a bola em demasia, irritando a torcida ainda no 1º tempo. Com um futebol que não fluía, o Vovô não pressionava, deixando o Pacajus à vontade para ser mais agressivo. E o time do técnico Júnior Cearense conseguiu assustar o Vovô, fazendo o goleiro Diogo Silva trabalhar, além de acertar a trave com Paulista.

Mudanças

Com um futebol ruim no 1º tempo, Argel mudou a equipe, colocando em campo jogadores mais técnicos, como Ricardinho e Juninho Quixadá.

A equipe até melhorou de início, com Ricardinho distribuindo bons passes, mas logo depois a ansiedade bateu na equipe alvinegra, repetindo muitos erros técnicos e levando uma certa pressão do Pacajus em muitos momentos.

Com o jogo indo aos 50 minutos, o Ceará segurou o resultado, saiu vaiado de campo mas cumpriu o objetivo na noite de ontem que era vencer.

Ficha Técnica

Campeonato Cearense - 2ªFase
Presidente Vargas, em Fortaleza (CE)
5 de fevereiro
Gol: Klaus (CEA), Cartões Amarelos: Eduardo Brock, Klaus, Eduardo (CEA), Vitor e Wesley (PAC)

Pacajus 0
Jhones, Felipe, Kelvin, Victor, João Paulo, Michel, Dedê (Anderson Manga), Bersan, Paulista (Dindê), Wesley,
Testinha (Thiago Furlan). Técnico: Júnior Cearense

Ceará 1
Diogo Silva, Eduardo, Klaus, Eduardo Brock, Kelvyn, Fabinho, Fernando Sobral (Ricardinho), Vinícius, Lima
(Juninho Quixadá), Mateus Gonçalves, Rodrigão (Bergson). Técnico: Argel Fucks
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial