-- ANUNCIE AQUI ! ---------------------------------------------------------------------------

20 fevereiro 2020

PT celebra 40 anos em Sessão Solene na Assembleia Legislativa






Os 40 anos de fundação do Partido dos Trabalhadores (PT) foram celebrados em solenidade, nesta segunda-feira (17/02), no Plenário 13 de Maio da Assembleia Legislativa. O evento atendeu requerimento dos deputados Moisés Braz (PT), Fernando Santana (PT), Elmano Freitas (PT) e Acrísio Sena (PT).


Para Moisés Braz, o PT é responsável por deixar um importante legado para o País, por ter sido forjado na luta sindical, na Igreja Católica, nos movimentos sociais e, principalmente, na organização de classe de seus trabalhadores. “Esse partido, quando teve a oportunidade de administrar nossa população, ele trabalhou exatamente o que tem de mais digno, que é cuidar do povo. Foi o partido que tirou o Brasil do Mapa da Fome. Foi o partido que gerou oportunidades para o povo brasileiro, principalmente o povo mais pobre, oportunidade de se alimentar e de fazer três refeições por dia”, destacou.


Segundo Sônia Braga, secretária Nacional de Organização do PT, o partido nasceu para que trabalhadores e trabalhadoras pudessem realizar o sonho de fraternidade, igualdade e liberdade. “Por isso, quando a gente fala Brasil, democracia e PT, isso não pode ser dissociado”, pontuou, ressaltando que os militantes do PT estão, mais uma vez, combatentes pela democracia, pois, mais uma vez, ela está sendo “atacada e vilipendiada”.


Antônio Alves Filho (Conin), presidente do PT no Ceará, salientou o histórico do partido nos cenários estadual e nacional, afirmando que “13 anos é muito pouco tempo, quase nada, mas foi o suficiente para provar que um outro Brasil era possível, um Brasil em que o povo pobre e os trabalhadores fizessem parte da solução e do processo de desenvolvimento, e não da exclusão, e não tratados como um problema”, referindo-se ao tempo durante o qual o PT esteve à frente do Governo.


Já o assessor de Relações Institucionais do Governo Estadual, Nelson Martins, frisou que o PT tem características que poucos partidos têm, como sua origem em movimentos sociais, participação em todas as lutas desenvolvidas no País e democracia interna. “Eu acho que o maior valor que o partido tem é sua democracia interna. Não existem uma ou duas pessoas que decidem pelo partido. O partido tem suas instâncias internas, que sempre são respeitadas”, apontou.


Conforme o vereador Guilherme Sampaio, presidente do PT em Fortaleza, o partido é uma construção coletiva e tem sua origem na luta dos que, historicamente, reivindicavam o direito à moradia, à terra, à educação, a melhores salários nas fábricas e no serviço público. “O PT é a mais importante cultura ao tradicionalismo partidário no nosso País e na América Latina. O PT é um patrimônio do povo brasileiro”, assinalou.


“Se teve um partido que ensinou ao povo brasileiro que ele é capaz, sim, de ser protagonista, de ser referência no cenário internacional, de promover distribuição de riqueza e de reduzir a desigualdade social, mantendo a soberania nacional e os nossos recursos naturais, o nosso patrimônio, a nossa Amazônia, esse partido se chama Partido dos Trabalhadores”, enfatizou a vereadora Larissa Gaspar (PT).


O presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT/CE), Will Pereira, destacou o diálogo com a classe trabalhadora como uma das mais importantes características do partido e chamou a atenção para a greve dos petroleiros. “Precisamos, mais do que nunca, ocupar os espaços e ajudar os companheiros nessa greve, pois os meios de comunicação tradicionais estão negando a transmissão no que diz respeito à greve dos petroleiros e outras greves da classe trabalhadora, que estão reivindicando os seus direitos”, asseverou.

Foram homenageados durante o evento 28 representantes do partido e entidades parceiras, entre os quais estão o governador do Estado do Ceará, Camilo Santana; os deputados federais José Airton Cirilo (PT-CE), José Guimarães (PT-CE) e Luizianne Lins (PT-CE); o primeiro presidente do PT-CE, Francisco Auto Filho, e a diretora estadual do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST/CE), Irineuda Monte Lopes.

Também recebeu homenagem, “in memoriam”, Antônio Durval Ferraz Soares, eleito vereador da primeira bancada do PT/CE na Câmara Municipal de Fortaleza. Participaram da solenidade ainda os deputados estaduais Elmano Freitas (PT) e Acrísio Sena (PT).
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial