-- ANUNCIE AQUI ! ---------------------------------------------------------------------------

16 março 2020

Gasolina cai pela 4ª semana seguida no Ceará, aponta ANP






Na segunda semana de março, o preço médio do litro da gasolina no Ceará apresentou a quarta queda semanal consecutiva, ficando em R$ 4,603. Na comparação com a semana anterior, a retração foi de 0,34%, e na comparação mensal a queda acumulada foi de 1,83%.

Os dados, que consideram os valores entre os dias 8 e 14 de março, são do Sistema de Levantamento de Preços (SLP) da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Entre os 218 postos de combustíveis pesquisados no Estado na semana passada, o preço do litro da gasolina variou de R$ 4,480, registrado em Fortaleza, enquanto o maior preço foi de R$ 4,979, em Crateús. A exemplo do que ocorreu no Ceará, o valor médio da gasolina em Fortaleza também apresentou na última semana sua quarta queda consecutiva, ficando R$ 4,583 por litro, queda de 0,15% na comparação com a primeira semana de março. Na Capital, o preço do litro variou de R$ 4,480 a R$ 4,759.

Diesel e Etanol

Já o custo médio do litro do diesel S10 apresentou a quarta queda consecutiva no Estado, sendo vendido a R$ 3,801 na segunda semana de março, redução de 1,47% ante a semana anterior. O menor preço foi observado em Caucaia (R$ 3,400) e o maior em Crateús (R$ 4,220). Em Fortaleza, o preço médio do combustível também apresentou a quarta queda seguida, ficando em R$ 3,816 na semana, redução de 0,33%. Na Capital, o diesel foi vendido de R$ 3,479 a R$ 3,999, o litro.

Já o preço médio do Etanol no Estado apresentou queda de 0,37% na semana passada, ficando em R$ 3,700. O menor valor foi registrado em Caucaia (R$ 3,399) e o maior em Crateús (R$ 4,170). Em Fortaleza, o preço médio do combustível recuou 0,43%, ficando em R$ 3,688 e variando de R$ 3,470 a R$ 3,999.

Petróleo

A queda do preço da gasolina vem acompanhando a queda das cotações do barril de petróleo no mercado internacional. Desde o início do ano, o preço do petróleo tipo brent caiu 47,59%. Na última quinta-feira (12), a Petrobras reduziu, nas suas refinarias, o preço da gasolina e do diesel em R$ 0,16 centavos e R$ 0,125 centavos, respectivamente, uma queda de 9,5% (gasolina) e 6,5% (diesel).

Esta foi a sexta e a maior queda de preços promovida pela estatal nas suas refinarias este ano, acumulando redução de 20,6% na gasolina e 23,4% no diesel. Entretanto, a redução dos valores para o consumidor depende de cada posto. Na semana de 8 a 14 de março, o preço médio da gasolina no Brasil caiu pela oitava semana consecutiva, chegando a R$ 4,515. O maior valor médio semanal foi registrado na semana de 19 a 25 de janeiro, quando atingiu R$ 4,594.

Ao longo de 2020, a estatal reduziu o preço dos seus combustíveis para repassar as quedas do preço da commodity, que se agravou nos últimos dias após o início de uma guerra de preços entre a Rússia e a Arábia Saudita, que discordam sobre o nível do preço do petróleo.

A Arábia Saudita propôs mais um corte para enfrentar a crise, recusado pela Rússia, que informou poder lidar com preços baixos do petróleo pelo período de 10 anos. De acordo com a Petrobras, "os preços para a gasolina e o diesel vendidos às distribuidoras têm como base o preço de paridade de importação, formado pelas cotações internacionais".

DN 
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial