-- ANUNCIE AQUI ! ---------------------------------------------------------------------------

09 abril 2020

Deputado Moisés Braz (PT), defende adoção de medidas de auxílio a agricultores familiares prejudicados pela coronavírus





Durante a votação remota do Projeto de Decreto Legislativo (PDL) n.º 03/2020 que reconhece a ocorrência do estado de calamidade pública em diversos municípios cearenses na tarde desta quarta, 8 de abril, o deputado estadual Moisés Braz (PT) defendeu a adoção, pelo Estado, de medidas de auxílio para agricultores familiares cearenses. A categoria tem sido prejudicada por conta do combate à pandemia de coronavírus, que vem restringindo a circulação de pessoas no Estado e no país.


Segundo Moisés Braz, o agricultores que residem nas zonas rurais não estão podendo se deslocar até os centros urbanos em obediência às medidas de isolamento social determinadas pelo Governo Estadual.



“As famílias de trabalhadores rurais estão começando a passar dificuldades a produção de milho, feijão, legumes, frutas e verduras eles não tem como comercializar. É necessário e urgente que o governador possa adotar políticas públicas de auxílio a essas pessoas”, afirmou.


Como presidente da Comissão de Agropecuária, Moisés disse que encaminhou ao Governo um documento com sugestões de como o Estado pode adquirir produtos e garantir sobrevivência do homem e da mulher que vive no meio rural. As sugestões estão contidas nas pautas que o movimento sindical de trabalhadores rurais cearense, por meio da Fetraece, e entidades coordenadas pela rede Eco Ceará entregaram ao governador Camilo Santana para apoio à Agricultura Familiar no Estado por ocasião da pandemia de coronavírus.


“Os produtos da agricultura familiar precisam ser comercializados. Tem que ser criada uma política com sugestões apresentadas pelo terceiro setor, movimento sindical, MST e Rede de Socioeconomia Solidária para que possamos garantir o homem e a mulher no meio rural. Só assim eles terão garantida uma renda e condições de vida no campo”, colocou, ao parabenizar o governador Camilo Santana pela condução do Estado no enfrentamento à pandemia.


As emendas do deputado Moisés Braz que solicitaram a inclusão de Ararendá, Santana do Acaraú, Meruoca e Massapê no PDL que reconhece situação de calamidade pública em municípios cearenses foram aprovadas na votação.


Durante a sessão desta quarta, também foi aprovado projeto n° 14/20 que autoriza o Governo do Estado a adquirir e a distribuir gás em botijão às famílias em situação de maior vulnerabilidade social do Ceará, durante o estado de calamidade pública ocasionado pela pandemia do novo coronavírus. De acordo com o Executivo, serão comprados 200 mil botijões.
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial