-- ANUNCIE AQUI ! ---------------------------------------------------------------------------

18 maio 2020

Covid-19: 111 municípios do Ceará tem mais de 50% dos pacientes recuperados







Os números da Covid-19 no Ceará assustam a cada atualização: na manhã desta segunda-feira (18), o Estado já soma mais de 25 mil casos confirmados e 1.648 mortes pela doença, segundo a Secretaria Estadual da Saúde (Sesa). Entre dados tão negativos, surge um indicador de esperança: em 111 municípios cearenses, metade ou mais de 50% dos infectados já estão recuperados. Em todo o Estado, 14.412 já evoluíram para cura ou tiveram alta hospitalar.






Em nove cidades do Ceará, o número de casos confirmados se igualou ao de recuperações – ou seja, tiveram alta após tratamento para a Covid-19 todos os pacientes infectados pelo novo coronavírus em Abaiara (1), Antonina do Norte (2), Assaré (1), Barro (3), Cedro (5), Deputado Irapuan Pinheiro (4), Jardim (1), Nova Olinda (7) e Pires Ferreira (1).


Em Fortaleza, 9.175 pessoas constam como recuperadas, o correspondente a cerca de 57,4% dos 15.994 casos confirmados. A Capital já registrava 1.176 mortes pela doença, até as 9h53 desta segunda.

Outras 102 localidades também contabilizam a recuperação de mais da metade dos pacientes confirmados. Entre elas, estão o segundo município mais populoso do Ceará, Caucaia, com 916 confirmações e 493 recuperados; e outros três da Região Metropolitana de Fortaleza, como Maranguape, com 232 casos e 157 recuperações; Maracanaú, com 305 dos 535 casos curados; e Eusébio, com 418 casos e 225 curados. No interior do Estado, Itapipoca também tem destaque, com 262 dos 479 infectados já recuperados.

Apenas sete dos 184 municípios cearenses ainda não têm registro de pacientes recuperados pela doença: Jati, com três casos confirmados; Aiuaba e Pacujá, com dois cada; e Croatá, Piquet Carneiro, Potengi e Salitre, que registram um caso cada.

O número de “recuperados” apresentado pelo Integra SUS, plataforma da Sesa, soma os pacientes confirmados para Covid-19 que evoluíram para cura e aqueles que tiveram alta hospitalar, conforme o Sistema Informatizado de Vigilância Epidemiológica de Gripe (Sivep Gripe). Os dados são dinâmicos, atualizados, em geral, duas vezes por dia

DN 
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial