-- ANUNCIE AQUI ! ---------------------------------------------------------------------------

11 julho 2020

Chove em mais de 30 cidades cearenses nas últimas 24 hs






Legenda: Os maiores volumes pluviométricos foram verificados nos municípios de Quixeramobim (46 mm), Jaguaribara (40 mm) e Alto Santo (33.3 mm)
Foto: Honório Barbosa



Como previsto para o período da pós-estação chuvosa, iniciado em junho no Ceará, as precipitações ao longo de julho têm sido espassas, com alternância entre longos dias de pouca ou completa ausência de chuva e outros com boas pluviometrias, como acontecera entre as 7 horas de sexta-feira (10) e 7 hora deste sábado (11).

Conforme dados da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), neste intervalo, choveu em 33 das 184 cidades cearenses. As precipitções ficaram concentradas nas regiões Jaguaribana, Sertão Central e Inhamuns.



Os maiores volumes pluviométricos foram verificados nos municípios de Quixeramobim (46 mm), Jaguaribara (40 mm), Alto Santo (33.3 mm), Pedra Branca e Solonópole, ambos com 30 milímetros.

Este é o terceiro dia do mês de julho com maior incidência de chuvas, ficando atrás apenas para o dia 7, com precipitações em 115 cidades e o dia 6, que teve 63 municípios banhados pelas chuvas.
Média superada

Esses três dias (6, 7 e 11) foram responsável por elevar a média pluviométrica mensal. Para julho, a média histórica, conforme a Funceme, é de 15.4 milímetros - volume baixo por se tratr da pós-estação.

No entanto, antes mesmo de atingir a primeira metade do mês, os índices já estão 122.6% acima da média histórica. Nos 11 primeiros dias de julho, a Funceme já verificou o acumulado de 34.2 mm.


A previsão, para amanhã (12), é de possibilidade de chuva na faixa litorânea e no Maciço de Baturité. Na segunda-feira, dia 13, o órgão não prevê eventos pluviométricos em nehuma região cearense.
Reservatórios

Esses registros pluviométiros têm reduzido a perda de volume dos açudes cearenses por evaporação. O nível médio dos 155 reservatórios Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) tem se mantido estável mesmo após o fim da quadra chuvosa - período compreendido entre os mesese de fevereiro a maio.

Segundo dados da Cogerh, os 155 açudes 34,4% de reserva hídrica. São 18 reservatórios sangrando atualmente. Confira a lista:
Gerardo Atimbone
Itapebussu
Malcozinhado
Jenipapo
Itapajé
Germinal
Itaúna
Penedo
Tijuquinha
São José II
Arrebita
Acarape do Meio
Várzea da Volta
Mundaú
Tucunduba
São José I
Sobra
Acaraú Mirim
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial