-- ANUNCIE AQUI ! ---------------------------------------------------------------------------

08 julho 2020

Juntos, Ceará e Fortaleza cedem 19 jogadores ao Guarany de Sobral






Legenda: Guarany de Sobral estava sem elenco para o Cearense e foi buscar ajuda de Vovô e Leão
Foto: DAN SEIXAS


O Campeonato Cearense 2020 já está na história pela paralisação devido à pandemia do novo coronavírus. Porém, nessa terça-feira (7), outro capítulo que ficará marcado na competição começou a ser escrito. Ceará e Fortaleza vão ceder, juntos, 19 atletas de suas categorias de base e de aspirantes para o Guarany de Sobral até o fim da disputa do Estadual.

No dia 23 de março, pouco depois de ter início a paralisação do futebol no Brasil, o Cacique do Vale havia dispensado todos os seus atletas por causa da crise financeira decorrente da pandemia.

Em julho, a situação continua complicada para o clube, sem a certeza de continuar a 2ª fase do Cearense. Quarto colocado na tabela de classificação, o Guarasol tem 10 pontos, quatro a mais que o Atlético/CE (5º lugar), com duas rodadas ainda a serem finalizadas antes das disputas das semifinais.

Sem a perspectiva de contratações para o restante da competição, a solução encontrada pelo diretor de futebol da equipe bugrina, Thiago Dias, foi pedir ajuda ao Alvinegro de Porangabuçu e ao Tricolor do Pici. "Conversei com os dois presidentes e expliquei que, devido à situação, o Guarany poderia atrasar ainda mais o campeonato. O clube precisa desse apoio porque, em Sobral, estamos impedidos de trabalhar devido ao lockdown. 'Para ajudar todo mundo', eu falei, 'o melhor é que vocês nos ajudem'. Porque os dois estão com pé direito para começar o Brasileirão. A conversa foi boa, ambos entenderam a situação. Vamos fazer os exames para Covid-19 e começar os treinos, depois de mandar a relação à Federação (Cearense de Futebol). Quem ganha é o futebol cearense", afirmou Thiago.

No total, serão cedidos dois goleiros, três zagueiros, três laterais, sete meio-campistas e quatro atacantes. Destes 19, seis são do Ceará Sub-23, que disputa o Campeonato Brasileiro de Aspirantes, e 13 do Fortaleza Sub-20, todos entre 16 e 21 anos de idade, que atuam nas competições de base estaduais, regionais e nacionais.

O Guarany de Sobral não terá custos pelos atletas na parceria. Poderão participar somente aqueles que não foram inscritos ou não atuaram no Estadual. A equipe será treinada por Jorge Veras, que assume o comando técnico após a saída de Washington Luís do Bugre.

Além dos jogadores, o Ceará vai disponibilizar um preparador físico, um massoterapeuta e um preparador de goleiros à comissão do Cacique.

Covid-19 em Sobral

A cidade da Região Norte está em lockdown (isolamento social rígido) e confirmou mais de 7.780 casos da doença causada pelo novo coronavírus, além de cerca de 250 mortes pela doença. Portanto, os treinamentos do grupo vão ocorrer na Cidade Vozão, CT alvinegro em Itaitinga, na Região Metropolitana de Fortaleza, a cerca de 30km da Capital, onde há maior controle da doença e uma estrutura adequada para trabalhar.

Júlio Manso, supervisor das categorias de base do Fortaleza, vê com bons olhos o projeto e promete suporte do clube ao grupo durante as atividades em preparação para as partidas.

"O Guarany solicitou um apoio através de contato direto com o presidente Marcelo Paz e deseja fazer os testes para Covid-19 ainda nesta semana. Foi positivo porque era algo que eles precisavam e o Fortaleza achou interessante no ponto de vista técnico. Da nossa parte, vamos dar todo o apoio", garantiu Júlio.

O Tricolor deve disputar o Campeonato Brasileiro Sub-20 a partir do dia 23 de setembro, conforme anunciado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Desse modo, a oportunidade de seus jogadores da base atuarem pelo Campeonato Cearense é vista como positiva pelo Leão do Pici para manter a forma física e melhorar o ritmo depois de tantos meses parados.

Apesar do "empréstimo" ser somente até o término do Estadual, o supervisor do clube não descarta a chance de ceder atletas ao Guarasol durante a disputa da 4ª divisão nacional.

"Todos os atletas, sem exceção, vibraram. Eles estavam em casa sem perspectiva de calendário de base, apesar da CBF já ter garantido a volta. Guarany vai receber atletas muito motivados e vai prepará-los fisicamente e tecnicamente para fazerem um restante de competição muito bom. É importante para os que estão no último estágio para jogar uma competição profissional, atuando por um clube importante, com a possibilidade até de estender para um empréstimo à Série D Campeonato do Brasileiro", comemorou Júlio Manso.

Sandro Queiroz, gerente da base do Ceará, também elogiou a atitude de das equipes em apoiar o time de Sobral neste difícil momento do esporte brasileiro.

"Todos os atletas toparam. Isso mostra o nível de profissionalismo que Fortaleza e Ceará atingiram. Em anos anteriores, essa atitude era impensável", comenta Sandro. Os treinamentos da base alvinegra devem começar ou na última semana de julho ou na última de agosto.

Na 6ª rodada do Estadual e talvez, na fase final, o Bugre vai enfrentar o Fortaleza. Ou seja, alguns dos jogadores devem enfrentar seu próprio clube em campo. Essa questão, entretanto, não preocupa o diretor do Bugre, que acredita na vontade dos jovens de ganhar ainda mais destaque de sua equipe formadora.

"É vontade deles para verem o potencial de seus atletas. Se executarem um bom trabalho, é bom para todos", diz Thiago Dias, que teve todo o apoio da diretoria sobralense na iniciativa.

Para Roberto Moreira, diretor das categorias de base tricolor, a disposição de seus jogadores em darem seu melhor dentro de campo, independente de quem enfrentem é peça importante.

"Os jogadores emprestados têm a noção de que é uma vitrine. É importante para a carreira deles e vão dar o seu melhor. O que queremos é que o Cearense termine", ressalta Roberto.

O plano é uma boa chance para que os jovens cresçam como jogadores profissionais atuando em um nível superior e ganhem holofotes tanto de seus clubes formadores quanto da torcida cearense. Uma atitude que demonstra a necessária união dos clubes do Estado em prol do esporte durante seu período de maior dificuldade neste século.

DN 
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial