-- ANUNCIE AQUI ! ---------------------------------------------------------------------------

11 julho 2020

Restaurante Alfredo , O Rei da Peixada, encerra atividades





Fundado em 1958 por Alfredo Lousada de Sousa, nascido em Acaraú (CE), o restaurante foi pioneiro em pratos de frutos do mar, especialmente a conhecida peixada cearense (Foto: Reprodução/Dicionário de Ruas Fortaleza)

Em nota oficial divulgada em redes sociais, o restaurante Alfredo, O Rei da Peixada, anunciou o encerramento das atividades. Localizado na Beira Mar, o restaurante funcionava há 62 anos e enfrentava dificuldades desde antes da pandemia. Em nota, os donos do restaurante agradecem os clientes e colaboradores.

Pioneiro no Ceará no ramo da gastronomia com especialização em frutos do mar, o restaurante, que era especialmente conhecido pela peixada, foi fundado em 1958 por Alfredo Lousada de Sousa, nascido em Acaraú (CE). Desde jovem, Alfredo trabalhava para conseguir se sustentar, até que conseguiu investimentos para a construção do restaurante. Após o seu falecimento, em 2009, aos 86 anos, o restaurante ficou sob os cuidados do filho, Alfredo Filho.



A nota oficial do restaurante gerou tristeza em vários clientes, que lamentaram e relembraram momentos que tiveram no local. Fernando Guedes, 59, lembra que quando era criança visitava bastante o restaurante na companhia de seu pai. “Já cheguei a conversar com o senhor Alfredo e seu filho. Tenho muitas lembranças boas de lá. Era muito bem atendido, e gostava muito do peixe, adorava”, lembra o representante comercial.

Rodolphe Trindade, sócio fundador do Pirata Bar, analisa que a falta de visitas pode ter sido um dos fatores que contribuíram para o fechamento do local. “(O fechamento) é uma grande pena, pois estamos perdendo um pouco de nossa culinária, e talvez o restaurante mais antigo do estado. E tudo isso é culpa nossa, que deixamos de frequentar locais também tradicionais, deixando de prestigiar. É importante conhecer novos restaurantes, modernos, mas não deixar também de frequentar os mais tradicionais, que falam, daquela cidade, daquele estado.”

O POVO Online 
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial