-- ANUNCIE AQUI ! ---------------------------------------------------------------------------

01 agosto 2020

Camilo anuncia que aulas presenciais devem voltar apenas em setembro, se cenário for favorável







Anúncio foi realizado na manhã deste sábado, 1º de agosto (Foto: O POVO)

O governador Camilo Santana (PT) informou que escolas e universidades não deverão voltar com aulas presenciais neste mês de agosto. A previsão é que as aulas retornem em setembro, se o cenário da pandemia de Covid-19 for favorável. Anúncio foi realizado em transmissão ao vivo com o prefeito Roberto Cláudio (PDT), após reuniões de avaliação de estudos e cenários.


Será definido, ao longo das próximas semanas, fases, formato e protocolos a serem seguidos no retorno das aulas presenciais. Conforme o governador, o Estado vai agir "com muita prudência e responsabilidade" para evitar novo aumento de casos confirmados de Covid-19 e mortes pela doença. Eventos que geram aglomerações continuam sem previsão de retorno. "Há sempre uma preocupação nossa de precaução em relação a essa pandemia. Todo o mês de agosto faremos reuniões para definir protocolos e monitoramento", diz Camilo.


O prefeito Roberto Cláudio destaca que "a pandemia não acabou" e que, "até que haja a disponibilidade comercial em larga escala da vacina mundo inteiro, ou a imunidade da população ser alta o suficiente, vamos precisar convivendo com o risco do vírus". Ainda de acordo com ele, é essencial prezar pela responsabilidade para evitar o retorno da pandemia.

"É uma preocupação nossa. Com o papel das escolas, professores, faculdades, gestores, entendemos a importância (do retorno das aulas), mas as reuniões do comitê levantaram preocupações", continua Roberto Cláudio. "Estamos preocupados com a preparação das instituições, protocolos bem discutidos e padronizados. E outra questão é ter a capacidade de monitorar para o caso de alguma criança e trabalhador eventualmente tiver sintomas de Covid-19".

Segundo boletim divulgado pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), às 9h15min deste sábado, o Ceará chegou a 175.928 pessoas infectadas pela doença. São ainda 7.698 mortes confirmadas. O relatório informa ainda 145.603 pessoas recuperadas da doença e 74.161 casos em investigação. Foram realizados 468.221 exames.

Macrorregiões

Ficou decidido que Fortaleza segue na Fase 4 da retomada econômica, mas cinemas e bares ainda não têm permissão de funcionamento. Os municípios da macrorregião de Fortaleza entram na Fase 4, enquanto as macrorregiões do Sertão Central e Litoral Leste/Jaguaribe continuam na Fase 2. A macrorregião Norte do Estado também entra na segunda fase. O Cariri, por outro lado, só entra agora na Fase 1 da retomada econômica.

O POVO 
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial