-- ANUNCIE AQUI ! ---------------------------------------------------------------------------

06 outubro 2020

,Fortaleza X Atlético/MG duelo de melhor ataque na Série A contra a defesa menos vazada





Fortaleza e Atlético-MG empataram em 2 a 2 (Foto: FABIO LIMA/O POVO)

Além do encontro entre Rogério Ceni e Jorge Sampaoli, dois técnicos com conceito de jogo bem definidos e que trabalham com inspiração no futebol europeu, o jogo entre Fortaleza e Atlético-MG, que acontece quarta-feira, 7, no Castelão reserva outros detalhes interessantes. Um deles está na divergência de ponto alto das duas equipes.

Líder da Série A do Brasileiro, com 27 pontos, o Galo é o melhor ataque da competição sobrando. São 25 gols marcados em 12 jogos, sendo que nenhuma das outras 19 equipes ultrapassou a casa dos 20 tentos ainda. Já é possível ter uma noção da agressividade do time de Sampaoli só por esse dado, mas o Atlético-MG da temporada 2020 é ainda mais avassalador.

Mais da metade das finalizações do time (62,6%) são feitas de dentro da grande área, o que significa que o Galo não tem sido parado pela marcação adversária. Os mineiros costumam finalizar quase 16 bolas por jogos e acerta, em média, 6, sendo líder nos dois quesitos dentre todos os concorrentes da Série A.


Pela frente, o Atlético-MG vai encontrar na quarta-feira um time que apresenta regularidade na defesa. O Fortaleza é a segunda equipe menos vazada da Série A, com dez gols sofridos em 13 jogos. Perde apenas para o vice-líder Internacional, com um tento contra a menos.

Quando se leva em consideração apenas os jogos como mandante, no entanto, o Tricolor é imbatível. Em casa, tomou apenas os dois gols da estreia ruim diante do Athletico-PR. No Castelão a conta sobe apenas um tento, apesar de ter sido visitante no primeiro Clássico-Rei da elite nesta temporada.

O Fortaleza está invicto há cinco rodadas consecutivas e também não foi derrotado nos últimos cinco jogos como mandante, além de não ter tomado gols. Diante do Galo, no entanto, o técnico Rogério Ceni sabe que a pressão será grande, por isso precisa montar um time que suporte o Atlético-MG por 90 minutos, mas sem abrir mão de atacar, característica principal do Leão.

"Nós vamos tentar fazer um time que consiga competir contra um estilo de jogo de alta intensidade o tempo todo. Creio que vamos ter que montar uma estratégia de jogo de maneira bem física, bem competitiva, com a mais alta intensidade que a gente possa ter, independentemente das peças que entrem. Nós precisamos de jogadores de alta intensidade para enfrentar times como o do Sampaoli, que jogam descansados, quase sempre jogam só uma competição, enquanto você (Fortaleza) faz outros jogos no meio dessas competições [...] É um time de alta qualidade, então nós vamos ter que parar, pensar e montar um time físico, um time forte, que suporte jogar em alta intensidade que é o que propõe o Atlético-MG”, avalia Ceni.

O POVO 
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial