-- ANUNCIE AQUI ! ---------------------------------------------------------------------------

12 março 2021

Lockdown no Ceará; veja o que funciona durante período de isolamento rígido



Espaços públicos não podem ser utilizados durante o período. (Foto: Fábio Lima/O POVO)

Com a decisão de decretar lockdown em todo o Estado, a proibição de funcionamento de atividades não essenciais, antes restrita a Fortaleza e aos municípios que haviam tomado essa decisão por meio da administração municipal, agora vale para todo o território cearense. O isolamento rígido começa a zero hora deste sábado, 13, e segue até o próximo dia 21. Com a medida, o lockdown em Fortaleza também foi ampliado - antes válido até dia 18.

Em transmissão ao vivo na noite desta quinta-feira, 11, o governador Camilo Santana (PT) afirmou que o critério segue o mesmo para atividades consideradas essenciais e que podem funcionar durante o período.
Veja lista do que pode funcionar no Ceará durante o período de lockdown

- Setores da indústria e da construção civil;




- Serviços de órgãos de imprensa e meios de comunicação e telecomunicação em geral;

- Serviços de call center;

- Os estabelecimentos médicos, odontológicos para serviços de emergência, hospitalares, laboratórios de análises clínicas, farmacêuticos, clínicas de fisioterapia e de vacinação;

- Serviços de “drive thru” em lanchonetes e estabelecimentos congêneres;

- Lojas de conveniências de postos de combustíveis, vedado o atendimento a clientes para lanches ou refeição no local;

- Lojas de departamento que possuam, comprovadamente, setores destinados à venda de produtos alimentícios;

- Comércio de material de construção;

- Empresas de serviços de manutenção de elevadores;

- Correios;

- Distribuidoras e revendedoras de água e gás;

- Empresas da área de logística;

- Distribuidores de energia elétrica, serviços de telecomunicações;

- Segurança privada;

- Postos de combustíveis;

- Funerárias;

- Estabelecimentos bancários;

- Lotéricas;

- Padarias, vedado o consumo interno;

- Clínicas veterinárias;

- Lojas de produtos para animais;

- Lavanderias;

- Supermercados/congêneres


Na live, o governador disse que a decisão foi motivada pelo crescimento acelerado dos índices. Ele citou, por exemplo, que na semana passada 78 municípios cearenses estavam com risco considerado alto ou altíssimo em relação ao avanço da pandemia, de acordo com classificação estipulada pela Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa); nesta semana, o número de municípios nesta condição é de 130.

Ele ressaltou ainda que a velocidade de transmissão do vírus tem sido ainda mais forte nesta segunda onda de casos e tem atingido uma faixa etária inferior em relação ao ano passado — a média de pessoas que estão sendo internadas está entre 53 e 57 anos.

“A nova variante está sendo muito agressiva para uma população mais nova e mais jovem no Ceará e isso agrava ainda mais a pressão no sistema de saúde”, considerou o governador.


O POVO 

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial