-- ANUNCIE AQUI ! ---------------------------------------------------------------------------

30 julho 2021

Com dois gols de pênalti , Fortaleza vence CRB e abre vantagem na Copa do Brasil






Com dois gols de pênalti, Fortaleza vence CRB e abre vantagem na Copa do BrasilLeão sai atrás do placar, mas Wellington Paulista marca duas vezes e decreta virada por 2 a 1. Tricolor precisa apenas de empate no duelo de volta para avançar às quartas de final
 Autor - Afonso Ribeiro Tipo Noticia
Atacante Wellington Paulista comemora gol no jogo Fortaleza x CRB, na Arena Castelão, pela Copa do Brasil(foto: Fábio Lima/O POVO)



OFortaleza tomou um susto e saiu atrás do placar, mas contou com a eficiência do experiente artilheiro Wellington Paulista em cobranças de pênaltis para virar o jogo e bater o CRB-AL por 2 a 1, nesta quinta-feira, 29, na Arena Castelão, pelas oitavas de final da Copa do Brasil. O resultado deixa a equipe do Pici em vantagem no duelo de volta para avançar à próxima fase.

O Tricolor dominou a partida, mas sofreu gol de Nicolas Careca na reta final do primeiro tempo. Na segunda etapa, com a entrada do camisa 9, as duas penalidades foram convertidas e asseguraram o resultado positivo dentro de casa.

O confronto de volta entre as equipes será na próxima quarta-feira, 4, às 16h30min, no estádio Rei Pelé, em Maceió. O time de Juan Pablo Vojvoda precisa apenas de um empate para garantir vaga. O classificado avança às quartas de final do torneio regional e embolsa premiação de R$ 3,45 milhões.

Antes disso, porém, o Leão volta a campo para disputar Clássico-Rei contra o Ceará, no próximo domingo, 1º, a partir das 20h30min, no Castelão, pela 14ª rodada da Série A.

O jogo

Sem contar com o zagueiro Marcelo Benevenuto, que já atuou na Copa do Brasil pelo Botafogo-RJ, o técnico Juan Pablo Vojvoda deu vez a Jackson na defesa do Fortaleza. Romarinho apareceu no posto de Matheus Vargas, poupado, e Marcelo Boeck se manteve entre os titulares.

Em busca do resultado positivo, o Tricolor se lançou ao ataque desde os primeiros instantes. Logo aos 50 segundos, David fez jogada individual pela esquerda, encarou dois marcados e invadiu a área para chutar por cima do gol de Diogo Silva. O CRB-AL respondeu aos dois minutos, quando Boeck errou passe na saída de bola, Nicolas Careca aproveitou e rolou para Diego Torres, que arrematou de primeira para fora.

Daí em diante, com maior posse de bola e presença absoluta no campo ofensivo, o Leão assumiu as rédeas da primeira etapa e dominou. Aos 11, David recebeu passe na área, fintou o marcador e reclamou de pênalti ao ser tocado. O árbitro Paulo Roberto Alves Júnior foi acionado para revisar o lance na cabine do VAR, manteve a decisão de campo e não marcou pênalti.

Quatro minutos depois, após troca de passes, Yago Pikachu recebeu bola na ponta direita, cruzou, David tentou desviar, mas Reginaldo cortou na frente do gol e mandou para escanteio. Aos 22, Éderson arriscou chute colocado por cima do gol e levou perigo.

Com ritmo de menor intensidade na reta final do primeiro tempo, o Galo da Pajuçara aproveitou um lance de bola parada para abrir o placar: aos 40 minutos, Gum cobrou falta da intermediária e fez lançamento para Nicolas Careca, que emendou de primeira e encheu o pé para superar Boeck e abrir o placar. O assistente apontou impedimento, mas o lance foi revisado pelo VAR e o gol foi validado.

Na volta do intervalo, o Fortaleza mostrou volume de jogo para tentar balançar as redes e também cedeu espaços, o que quase permitiu ao time alagoano a chance de ampliar o placar. Ainda no primeiro minuto, Lucas Crispim fez cruzamento, a zaga visitante cortou mal, Romarinho pegou a sobra e encheu o pé dentro da área, mas Diogo Silva se esticou para fazer boa defesa.

Cinco minutos depois, Robson recebeu passe rasteiro em profundidade, tocou para Romarinho, que rolou para David, e o camisa 17 finalizou cruzado para defesa do goleiro alvirrubro. No contra-ataque, Nicolas Careca partiu em velocidade pela esquerda, invadiu a área e tocou para Diego Torres, que recebeu livre e mandou por cima da meta tricolor.

Aos oito minutos, Lucas Crispim cobrou falta colocada da entrada da área, e Diogo Silva apareceu novamente para defender. Aos 13, Pikachu experiementou chute de perna esquerda por cima da meta. Sete minutos mais tarde, Crispim achou Pikachu na entrada da área, e o camisa 22 rolou para Matheus Vargas, que bateu colocado, de primeira, à esquerda de Diogo Silva com perigo.

A pressão dos donos da casa surtiu efeito e se traduziu em bola na rede. Aos 24 minutos, Wellington Paulista recebeu lançamento na área, caiu em disputa com Gum, e o árbitro marcou pênalti. O próprio camisa 9 cobrou forte no canto superior e converteu. Cinco minutos depois, Yago Pikachu chutou para o gol, a bola desviou na mão de Reginaldo, e o VAR acionou o árbitro, que marcou novo pênalti. Wellington Paulista bateu de novo para fazer 2 a 1.

Com a mudança no placar, o CRB-AL se lançou ao ataque para tentar arrancar o empate, o Fortaleza aproveitou os espaços nos contragolpes. Aos 35, Felipe avançou com a bola até a entrada da área e tocou para Robson, que finalizou rasteiro e viu Diogo Silva evitar o terceiro gol com o pé. Nos minutos finais, o Tricolor segurou as investidas do time alagoano e garantiu o triunfo.

O POVO 
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial