-- ANUNCIE AQUI ! ---------------------------------------------------------------------------

18 julho 2021

Fortaleza vence o São Paulo e encerra tabu no Morumbi



Fortaleza venceu o São Paulo e encerrou o tabu de vitórias no Morumbi (Foto: Leonardo Moreira /FortalezaEC)


Pela 12ª rodada da Série A, o Fortaleza encerrou mais um tabu e bateu o São Paulo no Morumbi pela primeira vez na história. O Leão venceu o Soberano por 1 a 0 com gol de Robson. Com a vitória, o tricolor cearense chegou aos 24 pontos e assumiu a segunda colocação do Campeonato Brasileiro. Para terminar o final de semana na vice-liderança, o time do Pici torce por um empate ou derrota do Bragantino contra o Santos.

A partida entre os tricolores começou truncada, mas com ambas as equipes procurando jogar. Com início melhor dos paulistas, o Soberano atacou mais e antes dos 10 minutos tinha conseguido três finalizações, duas perigosas. Ao decorrer da etapa o confronto foi se igualando e o Fortaleza, apesar de pouco criativo, conseguiu dois lances de perigo.

As duas melhores chances do Leão saíram dos pés de David. Em jogada ensaiada, o camisa 17 recebeu na área, usou o corpo e cruzou na cabeça do zagueiro Titi, que arrematou “tirando tinta” da trave. Novamente o ponta tricolor apareceu, desta vez em troca de passes, na tabela com Robson, o atacante ficou na cara do gol, mas em vez do chute preferiu cavar a penalidade.


David ainda tentou cavar mais uma falta dentro da área. Após jogada individual, o jogador recebeu o carrinho lateral de Arboleda e pediu a marcação de pênalti pela segunda vez. Julgando ser outra simulação, a irritação da equipe são paulina foi tamanha que Hernán Crespo recebeu o cartão amarelo por reclamação acintosa.

O Fortaleza voltou melhor na segunda etapa e criou boas oportunidades nos primeiros minutos. Robson recebeu linda cavadinha de Ronald, dominou de peito e na hora da finalização, cara-a-cara com Volpi, tentou um calcanhar e goleiro defendeu. David também teve boa chance dentro da área, mas não conseguiu marcar o gol.

Percebendo o crescimento na partida do tricolor cearense, o São Paulo trocou a sua dupla de ataque. Saíram Pablo e Rojas para as entradas Marquinhos e Benítez, respectivamente. Crespo ainda mexeu no meio, com a troca de Igor Gomes por Talles Costa. Em resposta, o time cearense colocou Romarinho no lugar de Matheus Vargas e Osvaldo no de David.

A melhora de desempenho do Leão trouxe resultado em campo. Em cobrança de falta de Lucas Crispim, Robson cabeceia e marca o gol que deu a vitória ao clube cearense no Morumbi, dando fim ao tabu de nunca ter vencido o São Paulo em seu estádio.










SÉRIE A: Gol de São Paulo 0 x 1 Fortaleza




Antes do fim da partida, em meio a pressão do São Paulo, Savio Pereira marcou um pênalti alegando mão do zagueiro Titi. O árbitro foi chamado pelo VAR, comandado por Rodrigo Carvalhaes, reviu o lance e voltou atrás na decisão. Os paulistas continuaram em cima, mas não conseguiram empatar o confronto. Quem ficou mais perto do gol foi o Leão, que perdeu uma oportunidade cara a cara nos minutos finais, com uma finalização no travessão de Igor Torres.

Um fato inesperado e assustador, aos 32 minutos o jogo foi paralisado em decorrência de um membro da comissão técnica do São Paulo passar mão em campo. Marcelinho, um dos massagistas da equipe paulistana, precisou ser levado para o hospital após sofrer um mal súbito. Porém, o funcionário da equipe teve que aguardar a ambulância pegar no “tranco” para enfim ser transportado ao local de atendimento, no São Luiz. Foram quase oito minutos de espera e tensão até o reinicio da partida.

Voltando as atenções para a 13ª rodada, o Fortaleza retorna ao gramado no domingo, 25, às 16 horas, para encarar outra equipe paulista, o Bragantino, desta vez em casa, na Arena Castelão, em duelo que vale a vice-liderança da Série A. No mesmo dia e horário, o São Paulo vai ao Maracanã enfrentar o Flamengo.



Ficha Técnica

Fortaleza

3-5-2: Marcelo Boeck; Tinga, Marcelo Benevenuto e Titi; Yago Pikachu, Ronald (Jussa), Éderson, Matheus Vargas (Romarinho) e Lucas Crispim; Robson (Torres) e David (Osvaldo). Técnico: Juan Pablo Vojvoda


São Paulo

3-5-2: Tiago Volpi; Bruno Alves, Arboleda e Léo; Galeano, Luan, Rodrigo Nestor, Igor Gomes (Tales Costa) e Reinaldo; João Rojas (Benítez) e Pablo (Marquinhos). Técnico: Hernán Crespo

Árbitro: Savio Pereira Sampaio
assistentes: Daniel Henrique da Silva Andrade e José Reinaldo Nascimento Junior
VAR: Rodrigo Carvalhaes de Miranda

O POVO 
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial