-- ANUNCIE AQUI ! ---------------------------------------------------------------------------

28 setembro 2021

Adolescente teria esquartejado e congelado corpo do pai após briga






Adolescente teria esquartejado e congelado corpo do pai após briga As investigações vão continuar para confirmar as versões apresentadas tanto pelo adolescente quanto pela companheira da vítima

Autor Júlia Duarte Tipo Notícia
A arma usada no crime era da vítima e foi usado pelo filho para mata-lá(foto: Divulgação/SSPDS)


Oadolescente suspeito de esquartejar o pai e congelar o corpo teria cometido o crime após uma discussão. O jovem de 16 anos brigou com a vítima*, de 38 anos, no dia 23 de setembro, e teria efetuado um disparo contra a cabeça do pai. O adolescente confessou aos policiais ter ficado nervoso e decidido cortar os membros do corpo da vítima para não ser pego.


O jovem, segundo a Polícia, já respondeu por ato infracional por posse ilegal de arma de fogo. De acordo com as apurações policiais, partes da vítima foram congeladas até serem desovadas no Siqueira, e o resto do corpo levado ao Anel Viário, em Maracanaú. A companheira da vítima, identificada como Sara Nascimento Parente, 21, segundo as primeiras informações policiais, ajudou o adolescente a se livrar do corpo. Computadores e celulares foram apreendidos e devem passar por perícia para confirmar a versão dos suspeitos.
Como aconteceu o crime

Conforme a Polícia, o caso aconteceu na quinta-feira, 23, quando o jovem chegou à casa do pai no bairro Bom Jardim, uma vez que não moravam juntos. Na data, segundo o depoimento do adolescente, os dois tiveram uma discussão, e o jovem pegou a arma pertencente ao pai, efetuando um disparo na cabeça do progenitor.


"Ele afirma que ficou nervoso e desesperado com o crime e resolveu cortar os membros inferiores e superiores do pai, usando uma faca e um martelo", afirma Rodrigo Jataí, titular da 2º Delegacia de Homicídios. O jovem, então, teria recolhido os membros com o lençol e colocado no congelador. O desmembramento aconteceu no 24 de setembro, mesmo dia em que o jovem teria pegado o carro do pai e levado os membros superiores e inferiores para descartá-los.

No momento do crime, a companheira da vítima estava no imóvel e, conforme os depoimentos, teria ido em direção aos dois no momento do disparo. O adolescente então teria obrigado a jovem a voltar ao quarto, mantendo-a amarrada.

"Ele retornou para o apartamento e conversou com a companheira do pai. Ela, inicialmente, pretendia chamar a Polícia, mas acreditou que não iam acreditar na história que tinha acontecido. Em comum acordo com o adolescente, eles resolveram desovar o corpo no Anel Viário", explica Rodrigo Jataí. A decisão dos dois aconteceu com o passar dos dias, qundo o restante do corpo, o tronco e a cabeça, que ficaram na sala, começaram a emitir odor.

De acordo com o jovem, o pai trabalha como agiota e tinha um temperamento violento. O adolescente afirmou já ter visto o pai agredindo a companheira dele. "Ele disse que o pai era uma pessoa muito nervosa. Eram constantes as discussões. No momento de nervosismo, o adolescente se armou e atirou no pai", explica o delegado.



O jovem foi autuado por ato infracional análogo aos crimes de posse ilegal de arma de fogo, homicídio e ocultação de cadáver. Já a jovem foi presa por ocultação de cadáver e corrupção de menor. As investigações vão continuar para confirmar as versões apresentadas tanto pelo adolescente quanto pela companheira da vítima. "No dia 27, ela foi apreendida em uma confraternização da empresa dela, ela estava tranquila depois de um situação dessas", ressalta o delegado.
Confira a cronologia do crime segundo a Polícia
Dia 23, quinta-feira

- O adolescente chega à casa do pai no bairro Bom Jardim;

- Os dois brigam, e o jovem efetua um disparo na cabeça do pai;

- O jovem prende a namorada do pai no quarto.
Dia 24, sexta-feira

- Com a confirmação do óbito, o adolescente fica nervoso e resolve cortar os membros do pai;

- Ele então congela os membros do pai no congelador;

- O adolescente usa o carro do pai para desovar os membros da vítima no bairro Canindezinho;

- Solta do cárcere a namorada do pai.
Dia 26, domingo

- O cheiro do cadáver começa a ficar forte;

- O adolescente e a jovem desovam o tronco e a cabeça da vítima no Anel Viário, em Maracanaú;

- Polícia é notificada de um achado de cadáver sem identificação, em Maracanaú.
Dia 27, segunda-feira

- Com informações de populares, o carro foi identificado, e os policiais chegaram ao endereço no Bom Jardim, casa da vítima;

- Na residência, o adolescente foi questionado sobre o paradeiro do pai e apresentou inconsistências;

- A arma do crime é encontrada e o jovem confessa ter matado o pai.



Com informações da repórter Angélica Feitosa
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial