-- ANUNCIE AQUI ! ---------------------------------------------------------------------------

29 setembro 2021

Tasso oficializa renúncia à pré-candidatura no PSDB e antecipa fim de carreira política








O senador Tasso Jereissati anunciou, oficialmente, nesta terça-feira, a sua desistência de concorrer às prévias do PSDB que irão indicar, no dia 21 de novembro, o candidato do partido à Presidência da República. Tasso decidiu que irá trabalhar para fortalecer o nome do Governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, que disputa a eleição interna com o Governador de São Paulo, João Doria, e o ex-prefeito de Manaus, Artur Virgílio.


Aos 72 anos de idade e, após governar o Estado do Ceará por três mandatos e conquistar duas eleições ao Senado – o atual mandato se estende até o dia 31 de dezembro de 2022, Tasso Jereissati antecipa, com a renúncia às prévias do PSDB, o encerramento da carreira política uma vez que decidiu não mais encarar as urnas. A vaga a ser aberta, em 2022, com o encerramento do mandato de Tasso, terá como principal concorrente o atual governador Camilo Santana (PT).


Estimulado por líderes tucanos e, também, de outros partidos, assim como do meio empresarial, o senador cearense se inscreveu para participar das prévias do PSDB, mas, ao final do mês de julho, surgiram as primeiras informações de que não estaria disposto a encarar a briga pela Presidência da República. Mesmo, assim, decidiu se inscrever às prévias.


MILITANTE EM BUSCA DE APOIO A EDUARDO LEITE


A divisão no PSDB e os cuidados com a própria saúde entraram como prioridade na decisão sobre o destino político. Agora, Tasso é um militante em busca de construir pontes para fortalecer o nome de Eduardo Leite dentro do PSDB. A disputa ficará ainda mais acirrada uma vez que o governador de São Paulo, João Doria, vem trabalhando forte para ampliar apoio entre os delegados à Convenção Nacional que irão escolher o candidato do partido ao Palácio do Planalto em 2022.


Com a saída de Tasso, Eduardo Leite terá a maior parte dos votos dos convencionais do PSDB no Ceará e amplia apoio à pré-candidatura em outros estados da Região Nordeste e, também, do Sul, como Paraná, e do Sudeste, como Minas Gerais. , João. Doria leva o favoritismo em São Paulo e comemora, agora, adesões de tucanos dos Estados de Tocantins, Distrito Federal e Pará.


O anúncio da desistência de Tasso Jereissati, oficializada, por meio virtual, nesta terça-feira, foi marcado por troca de afagos entre os dois tucanos, declarações de esperança na construção de novos caminhos políticos e administrativos para o País, viabilização de uma terceira via na disputa das eleições presidenciais e reflexões sobre as dificuldades no cenário econômico e social do Brasil.

Ceará Agora 
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial