-- ANUNCIE AQUI ! ---------------------------------------------------------------------------

07 novembro 2021

Polícia investiga assassinato de pastor evangélico denunciado por crimes sexuais no Ceará






Polícia investiga assassinato de pastor evangélico denunciado por crimes sexuais no CearáFrancisco Lázaro, de 55 anos, havia prestado depoimento em uma delegacia de Polícia Civil sobre crimes sexuais atribuídos a ele

Autor Jéssika Sisnando Tipo Notícia



O pastor evangélico Francisco Lázaro Martins Rodrigues, de 55 anos, foi assassinado a tiros no município de Barreira, a 73 km de Fortaleza. O crime aconteceu na última quinta-feira, 4. Lázaro voltava de uma delegacia de Polícia Civil, onde havia prestado depoimento sobre denúncias de crimes sexuais atribuídos a ele.


Lázaro foi morto em via pública, no bairro Jatobá 2. Os responsáveis pela execução estariam aguardando o pastor para matá-lo. Ele morreu vítima de lesões causadas por arma de fogo. A maioria dos tiros na cabeça. Ele havia sido denunciado por estupro na região, mas a Polícia não confirmou se a morte foi uma represália às denúncias, caso que ainda estava sob investigação.

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou, por meio de nota, que além do homicídio, investiga crimes sexuais que teriam o envolvimento de Lázaro. Conforme o órgão, equipes da Polícia Militar do Ceará (PMCE) e da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) compareceram à ocorrência, onde foram feitos os primeiros levantamentos.



Denúncias

A população pode contribuir com as investigações repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais na região. As informações podem ser encaminhadas para o telefone (85) 3331.1901, da Delegacia Municipal de Barreira.

As denúncias podem ser feitas ainda para o número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), ou para o (85) 3101.0181, que é o número de WhatsApp, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem, áudio, vídeo e fotografia. O sigilo e o anonimato são garantidos.

O POVO 
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial