-- ANUNCIE AQUI ! ---------------------------------------------------------------------------

15 dezembro 2021

Deputado Sérgio Aguiar (PDT), repudia ação da PF contra Cid e Ciro Gomes





Dep. Sérgio Aguiar ( PDT )Foto: Junior Pio

O deputado estadual Sérgio Aguiar (PDT) criticou, durante o primeiro expediente da sessão plenária da Assembleia Legislativa, nesta quarta-feira (15/12), realizada de forma híbrida, a ação da Polícia Federal contra o senador Cid Gomes (PDT) e o ex-ministro Ciro Gomes (PDT). A operação investiga a obra do estádio Castelão, de 2010 a 2013.

O parlamentar defendeu a postura de Ciro na vida pública e afirmou que não há margem para suspeitas. “Uma fala de excesso é o que nos dá o direito de questioná-lo, mas nunca por corrupção. Falo indignado. É uma demonstração, antes mesmo do começo do jogo das eleições de 2022, que as forças que estão à frente da União querem tentar denegrir as personalidades de uma vida pública intocável”, pontuou.

Sérgio Aguiar também lamentou a ação contra o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva. “Ser motivo de uma operação, como o que aconteceu com o ex-presidente Lula, que foi vítima da injustiça e prepotência de um grupo que queria o poder pelo poder, como o Moro querendo hoje, disputar a Presidência da República. Toca na alma de cada um de nós vermos a injustiça ocorrer”, disse.

Durante a votação, vários parlamentares criticaram a ação da Polícia Federal e se solidarizaram com Ciro e Cid Ferreira Gomes. Manifetaram-se os deputados Osmar Baquit (PDT), Salmito (PDT), Romeu Aldigueri (PDT), Guilherme Landim (PDT), Elmano Freitas (PT), Sérgio Aguiar (PDT), Júlio César Filho (Cidadania), Marcos Sobreira (PDT), Audic Mota (PSB), Queiroz Filho (PDT), Tin Gomes (PDT) e Fernando Santana (PT).
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial