-- ANUNCIE AQUI ! ---------------------------------------------------------------------------

03 janeiro 2022

Senadores gastam R$ 23,5 milhões com cota parlamentar em 2021



Valor é 15% maior que os R$ 20,4 milhões utilizados em 2020

Por: Imprensa Livre do Ceará






Os senadores gastaram R$ 23,5 milhões com a cota parlamentar em 2021, informou o portal Metrópoles neste sábado, 1º de janeiro. Esse valor é quase 15% maior que os R$ 20,4 milhões utilizados pelos parlamentares em 2020.

A cota parlamentar é um montante reservado para auxiliar os senadores durante o exercício de seus mandatos. O dinheiro pode ser gasto com passagens aéreas, aluguel de escritórios de apoio e combustível, entre outros.
Destaques
-Publicidade-


A contratação de consultorias, assessorias, pesquisas, trabalhos técnicos e outros serviços de apoio aos parlamentares foi o item que mais sugou recursos dos pagadores de impostos (R$ 5,5 milhões). As passagens aéreas, com R$ 5,1 milhões, e gastos com locomoção, hospedagem, alimentação e combustível completam a lista, com R$ 4,2 milhões.

O senador Omar Aziz (PSD-AM) é o campeão da gastança. São cerca de R$ 527 mil desembolsados em passagens aéreas (R$ 217 mil) e serviços de comunicação e marketing (R$ 310 mil). Em segundo lugar no ranking dos que mais torraram o cotão aparece o petista Rogério Carvalho, de Sergipe, com R$ 496 mil. A terceira colocação ficou com Lucas Barreto (PSD-AP), com R$ 492 mil. Na média, cada um dos senadores gastou R$ 272,8 mil.




Dos 81 senadores, apenas três não usaram a cota parlamentar: Jorge Kajuru (Podemos-GO), Leila Barros (Cidadania-DF) e Reguffe (Podemos-DF)
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial