João Dória anuncia que irá deixar a vida pública e retornar a iniciativa privada






O ex-governador de São Paulo João Doria (PSDB) afirmou, nesta segunda-feira (13), que irá deixar a vida pública para voltar a se dedicar aos negócios de iniciativa privada. O anúncio foi feito por meio de suas redes sociais oficiais.

Em uma publicação no Twitter, o político deu detalhes a respeito da decisão, afirmando que seu afastamento seria efetivo a partir de julho deste ano.
Foto: Reprodução/ Twitter

“A partir do próximo mês, retomo minhas atividades na iniciativa privada. Deixo a vida pública com senso de dever cumprido. Pelos meus erros, peço desculpas. Pelos meus acertos, cumpri minha obrigação”, escreveu. 

Além dessa declaração, Doria mencionou, durante uma reunião com a imprensa em um hotel em São Paulo, que retornará ao conselho do Lide no início do próximo mês. O grupo empresarial o auxiliou em sua carreira política antes do ex-governador se candidatar à prefeitura de São Paulo, em 2016.

Apesar do distanciamento da vida política, Doria afirmou que não irá se desfiliar do PSDB e que continua acreditando na mesma ideologia que o levou a se unir ao partido em 2000.

“Tomei a decisão de deixar a minha postulação, ainda que legitimada pelas prévias, para a presidência da República em nome do PSDB dadas as circunstâncias que todos vocês já sabem. Isso não me coloca em antagonismo com o PSDB. Continuo no PSDB e não vou me desfiliar. As razões que me filiaram ao PSDB em 2000 são as mesmas que me mantém em 2022. É a convicção de que a cidadania também se faz no ato de sua decisão partidária”, completou.
O ESTADO 

Comentários