-- ANUNCIE AQUI ! ---------------------------------------------------------------------------

17 outubro 2018

"Companheirada ainda deve uma profunda autocrítica e um sincero pedido de desculpas" reafirma Cid Gomes









Cid Gomes foi eleito senador para o mandato 2019-2022. (Foto: Divulgação)

Depois de ter dito que “é bem feito o PT perder a eleição” e chamar militantes de babacas em evento pró-Haddad em Fortaleza, o senador eleito Cid Gomes (PDT) publicou nota nas redes sociais em defesa do presidenciável Fernando Haddad (PT).

“Comparei os dois nomes que estão no 2° turno. O Haddad é infinitamente melhor que o Bolsonaro”, afirmou em texto no Facebook, publicado por volta do meio-dia desta terça-feira (16).

Cid também disse “não querer se vingar de ninguém”, em referência às críticas de que o pedetista atacou o PT após o partido minar a candidatura do seu irmão Ciro Gomes (PDT) no 1° turno.


O ex-governador defendeu que “o povo brasileiro quer virar duas páginas do nosso passado recente”. Uma seria o PSDB e outra o PT. “E não vou aqui tripudiar sobre o (Geraldo) Alckmin”, pontuou.

Mesmo saindo em defesa de Haddad, Cid manteve a cobrança por uma autocrítica do PT e disse que a ânsia popular de negação pode colocar o país “numa aventura obscurantista”.

“Creio que a única forma de ajudar a evitar que essa ânsia popular de negação coloque o País numa aventura obscurantista seria uma profunda autocrítica da companheirada seguida de um encarecido e sincero pedido de desculpas. Na sequência uma palavra firme do Haddad de que governará suprapartidariamente. Será pedir demais? Muita ingenuidade?”, escreveu Cid.

Tribuna do Ceará
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial