-- ANUNCIE AQUI ! ---------------------------------------------------------------------------

04 abril 2020

Doze pessoas são detidas em São Benedito por infringir medida de saúde






Uma operação, que contou com a participação de diversos órgãos públicos de São Benedito (a cerca de 317 km de distância de Fortaleza), deteve 12 pessoas que estavam infringindo medida de saúde. 11 delas estavam participando de uma festa e a outra abriu um estabelecimento comercial. O objetivo da ação era conscientizar a população sobre o risco da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).


Ministério Público do Ceará (MPCE), polícias Civil e Militar, Programa de Proteção à Cidadania (Pró-Cidadania), Coordenadoria de Trânsito Municipal (Cotran), Vigilância Epidemiológica e agentes de saúde participaram da operação. Segundo o promotor de Justiça titular de São Benedito, Oigrésio Mores, os suspeitos já haviam sido avisados três vezes sobre o descumprimento da lei.

Na última sexta-feira (3), as autoridades decidiram dar voz de prisão a 11 homens que se confraternizavam, com churrasco e bebidas alcoólicas, em um lava-jato no Centro do Município, localizado próximo a um hospital. Outras pessoas fugiram no momento da abordagem.

Já neste sábado (4), o proprietário de uma loja de variedades também foi detido, por abrir o estabelecimento, localizado também no Centro de São Benedito.

Os 12 suspeitos foram conduzidos até a Delegacia Regional de Guaraciaba, da Polícia Civil, onde foi formulado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) contra eles, e foram liberados em seguida. Eles vão responder em liberdade pelo crime de infração de medida sanitária preventiva, previsto no artigo 268 do Código Penal Brasileiro (CPB).

Os representantes dos órgãos de São Benedito percorrem a cidade para tentar conscientizar a população sobre o risco do novo coronavírus. "Tinham muitas aglomerações, as pessoas foram orientadas a não permanecer. Que fizessem as compras, fossem às farmácias e retornassem para as suas residências. O problema é que nem todas cumprem, como se nada tivesse acontecendo. É um trabalho muito difícil", afirma o promotor Oigrésio Mores.

SSPDS já autuou 46 estabelecimentos comerciais

Em nota, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) confirmou a participação na operação e informou que já autuou 46 estabelecimentos comerciais que estavam abertos, entre os dias 20 de março e 3 de abril deste ano.

Os proprietários dos comércios foram conduzidos para delegacias da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) por descumprirem o artigo 268 do Código Penal Brasileiro, segundo a SSPDS.

DN 
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial