-- ANUNCIE AQUI ! ---------------------------------------------------------------------------

12 outubro 2020

Com um a menos, Ceará bate Corinthians de virada e sobe na tabela da Série A



Com gol de Fernando Sobral no fim do jogo, Ceará vence Corinthians por 2 a 1, na Arena Castelão (Foto: Fotos: Felipe Santos/CearaSC)

Com um a menos, o Ceará bateu o Corinthians por 2 a 1, de virada, na noite deste domingo, 11, no Castelão. Mesmo saindo atrás no placar, após "frango" Fernando Prass, o Vovô conseguiu reverter a situação e garantir os três pontos em triunfo emocionante, que parou a sequência negativa de quatro partidas sem vencer.

Com a vitória, o Alvinegro do Porangabuçu chegou a 18 pontos e saltou de 14º para 11º na tabela da Série A. Além disso, a equipe abriu três pontos de vantagem da zona de rebaixamento. Com a derrota, o Corinthians acabou entrando no Z4.

O Vovô saiu atrás no placar com gol marcado por Léo Natel em falha individual de Fernando Prass, no primeiro tempo. Os mandantes empataram com gol contra de Gil. Na segunda etapa, aos 16 minutos, o escrete do Porangabuçu teve Eduardo expulso.



Mas com um a menos, o Ceará foi buscar a virada. Mesmo na desvantagem numérica em campo, os comandados de Guto Ferreira cresceram na partida e garantiram a vitória no fim do segundo tempo.

Cássio fez pênalti em Kelvyn. Fernando Sobral cobrou e assegurou o triunfo dos cearenses.

O JOGO

Nos primeiros 45 minutos iniciais, o Ceará foi superior ao Corinthians. Não fossem erros individuais, o Alvinegro do Porangabuçu poderia ter ido para o intervalo com a vantagem no placar.



Apesar disso, foi o Corinthians quem abriu o marcador. Léo Natel avançou pela esquerda e bateu da entrada da área. Fernando Prass tentou encaixar, mas falhou feio e deixou a pelota entrar.



Mesmo saindo atrás no placar, o Vovô não se abalou e seguiu com o ímpeto ofensivo. O time comandado por Guto Ferreira criava as melhores chances, porém errava na conclusão das jogadas. Antes de sofrer o gol, inclusive, o Ceará quase marca, mas parou no travessão e na defesa milagrosa de Cássio.



Léo Chu, que ganhou a vaga de Leandro Carvalho, foi o destaque do primeiro tempo. Foi dele o cruzamento que resultou no gol de empate. Ele recebeu pela esquerda e cruzou forte na área. Gil, zagueiro do Timão, tentou afastar, mas desviou contra a própria meta. Desta forma, as duas equipes foram para o intervalo empatadas em 1 a 1.

No segundo tempo, o Corinthians voltou melhor. Os paulistas tinham maior posse de bola e rondavam a área do adversário, mas faltava agressividade. Diferente da primeira etapa, o Vovô recuou e tinha dificuldade de contra-atacar.

Em meio à superioridade do Timão, o Ceará se complicou ainda mais. Em jogada isolada na ponta-esquerda, Eduardo, que tinha entrado no lugar do lesionado Samuel Xavier, no primeiro tempo, deixou o braço no rosto de Léo Natel. O árbitro Anderson Daronco reviu o lance no vídeo e expulsou o lateral-direito.

Curiosamente, o Vovô cresceu de produção com um a menos, e o jogo ficou movimentado. Guto colocou Fernando Sobral improvisado na lateral-direita e colocou Leandro Carvalho e Kelvyn nos lugares de Léo Chu e Sobis. A estratégia era atrair os corinthianos e armar o contra-ataque rápido.

O Ceará incomodava mais do que o Corinthians, quando se lançava ao ataque. O gol da virada, de pênalti, premiou a superação e a entrega dos donos da casa. O Timão ainda teve a chance de empatar, nos acréscimos, mas a finalização parou na trave.

FICHA TÉCNICA
Ceará x Corinthians

Ceará
4-2-3-1: Prass; Samuel (Eduardo), L. Otávio, Tiago e B. Pacheco; Fabinho e Charles; Léo Chu (Leandro), Vina (Lima) e Sobral; Sobis (Kelvyn). Téc: Guto Ferreira

Corinthians
4-2-3-1: Cássio; Fagner, Gil, B. Méndez e L. Piton (Sidcley); Gabriel (Cazares) e Ederson (Roni); Natel (Mosquito), Mantuan (Jô) e Ramiro; Luan. Téc: D. Coelho

Data: 11/10/2020
Horário: 20h30min
Local: Castelão-CE
Árbitro: Anderson Daronco-RS (Fifa)
Assistentes: Rafael da Silva Alves-RS (Fifa) eMichael Stanislau-RS
VAR: Gilberto Rodrigues Castro Junior-PE
Cartões amarelos: Samuel, Léo Chu, Sobis e L. Otávio (CEA)
Cartões vermelhos: Eduardo (CEA) e Cássio (COR)

O POVO 
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial