-- ANUNCIE AQUI ! ---------------------------------------------------------------------------

29 maio 2021

Manifestantes participam de atos contra o governo federal no Ceará e em outros estados






Manifestantes foram às ruas neste sábado (29) em várias cidades do país para protestar contra o governo do presidente Jair Bolsonaro. Pessoas ligadas a partidos de oposição, movimentos sociais e de estudantes saíram em passeata em defesa do pagamento de R$ 600 de auxílio emergencial, verbas para universidades públicas e ampliação da vacinação contra a covid-19. Também houve protestos contra a privatização de estatais e a reforma administrativa.
Ceará

Em Fortaleza, no Bairro Benfica, faixas e cartazes demandavam mais vacinas contra a Covid-19, pediam o impeachment do presidente e do vice, Hamilton Mourão, e repudiavam o cenário político do país. Os participantes da ação tentavam se manter em filas indianas e com espaço entre as pessoas. Também houve uma carreata próximo à Arena Castelão. Carros ocupavam duas faixas da avenida, promovendo buzinaços e passageiros também levavam cartazes contra o presidente. As duas manifestações se encontraram na praça da igreja do Bairro de Fátima, onde o movimento foi encerrado com um ato ecumênico.

No interior do Ceará, em Juazeiro do Norte, na região do Cariri, também houve passeata e manifestantes saíram às ruas com cartazes onde lamentavam os mortos pela Covid-19 e pediam a saída de Bolsonaro da presidência. A Polícia Militar acompanhou a movimentação. De acordo com informações da assessoria da PM, os agentes dispersaram os manifestantes de forma pacífica, sem tumulto ou necessidade de uso de instrumentos de menor potencial ofensivo.
Brasília

Pela manhã, em Brasília, a concentração foi em frente ao Museu da República e seguiu para a Esplanada dos Ministérios. Em frente ao Congresso Nacional, os manifestantes gritaram palavras de ordem e exibiram faixas e cartazes. A Polícia Militar não divulgou o número de participantes do ato.
Rio de Janeiro

Na capital fluminense, manifestantes se reuniram em frente ao monumento de Zumbi dos Palmares, no centro da cidade, a partir das 10h. Organizações sociais, movimentos estudantis, centrais sindicais e partidos de oposição ocuparam três das quatro pistas da Avenida Presidente Vargas e caminharam pela via em direção à Candelária. Depois seguiram por outras vias do centro.
São Paulo

Os manifestantes se concentram na Avenida Paulista desde as 16h. O trânsito foi bloqueado nas proximidades do Museu de Arte de São Paulo (Masp). No local, organizadores fazem distribuição de máscaras e pedem respeito ao distanciamento social.
Bahia

Em Salvador, os manifestantes fizeram uma caminhada pela manhã no centro da cidade. Com cartazes, os manifestantes também protestaram contra o presidente Bolsonaro e o vice-presidente, Hamilton Mourão, além dos cortes nas universidades públicas e a reforma admirativa. Eles também pediram a volta do auxílio emergencial de R$ 600 e vacina para todos.
Espírito Santo

Em Vitória, os manifestantes se concentraram na Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes). Em alguns cartazes, eles pediam vacina e investimento em educação. Da universidade, eles seguiram em caminhada por avenidas da capital capixaba.

(*) Com informações da Agência Brasil
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial