-- ANUNCIE AQUI ! ---------------------------------------------------------------------------

14 junho 2021

Com Gol de Pênalti Fortaleza vence Sport/PE e segue na ponta da Série A



Wellington Paulista marcou seu oitavo gol na temporada 2021, se isolando na artilharia do Fortaleza (Foto: Fábio Lima / O POVO)


O Fortaleza emendou a terceira vitória consecutiva na Série A do Brasileiro, ao bater o Sport-PE por 1 a 0, na noite deste domingo. Com o resultado, o Leão é líder do campeonato, com os mesmos nove pontos do Athletico-PR, mas um gol a mais de saldo.

Coube a Wellington Paulista marcar o único gol da noite, no Castelão. Ele cobrou pênalti aos 34 minutos, batendo no canto esquerdo do goleiro Maílson. A penalidade foi cometida pelo zagueiro Maidana, que cortou uma bola levantada para a grande área do Sport com a mão.

Apesar de ter mais volume de jogo, finalizado o triplo de vezes que o adversário e ter jogado com um homem a mais desde os 27 minutos do segundo tempo, o Tricolor não conseguiu um placar mais elástico, como na partida anterior.


De toda forma, o técnico Juan Pablo Vojvoda segue invicto no comando da equipe e em lua de mel com a torcida.
O Jogo

O roteiro do primeiro tempo foi o esperado, com o Fortaleza apresentando mais posse de bola e tomando as iniciativas, enquanto o Sport apostava numa defesa bem postada, diminuindo espaços, e em passes longos, para pegar a defesa tricolor aberta.

Paulinho Mocellin era o preferido para esse tipo de jogada. Ele foi acionado algumas vezes, mas só conseguiu uma boa conclusão, aos 18 minutos, quando, na grande área, pela esquerda, limpou de dois marcadores e bateu no canto direito de Felipe Alves. A bola passou bem perto da trave.

No lance seguinte, o Fortaleza respondeu com um chute rasteiro de Carlinhos, que o goleiro Mailson pegou fácil, no único chute certo dos primeiros 45 minutos. O Leão do Pici, porém, ainda teve outras duas boas chances e em lances parecidos. Primeiro aos 21 minutos, quando Carlinhos levantou uma bola da intermediária esquerda para o lado direito da grande área, onde estava Pikachu. O ala direita bateu de primeira, mas por cima do gol.

E já aos 48, no último lance da primeira etapa, Ederson fez lançamento para área e Pikachu, de costas ara o gol, escorou com o peito para o lado e Tinga encheu o pé direito, de primeira, fazendo a bola passar perto do gol. No geral, porém, faltou inspiração ofensiva dos dois lados.

Na segunda etapa, o Leão do Pici encontrou mais espaços e arriscou um pouco mais de fora da área. Foram sete finalizações certas. Algumas sem levar perigo, como a cabeçada de Titi, quase na pequena área, mas que Maílson defendeu sem sair do lugar. Outras mais perigosas, como a de Carlinhos, que mesmo fazendo uma partida abaixo, conseguiu ir à linha de fundo, na grande área, pela esquerda, e bateu cruzado. A bola parou embaixo do arqueiro do Sport.

Com a produção ofensiva ainda aquém do que o Fortaleza costuma mostrar, Vojvoda decidiu lançar a campo, aos 17 minutos, Wellington Paulista, Romarinho e Matheus Vargas. Pouco tempo depois, o meia foi atingido no tornozelo pelo atleta Maxwell. Com o auxílio do VAR, o árbitro expulsou o atleta do Sport. Tendo um jogador a mais, era hora da pressão tricolor aumentar.

Em um dos ataques do Fortaleza, aos 32, a bola foi levantada para a grande área adversária e o zagueiro Maidana, que havia entrado no segundo tempo, esticou o braço direito e tocou a bola com a mão. De frente para o lance, o árbitro marcou pênalti. Wellington Paulista cobrou no canto esquerdo, rasteiro e balançou a rede.

Carinhos e Titi ainda tiveram chance de ampliar, mas pararam em Maílson. No último lance, Mikael arriscou chute alto, assustando Felipe Alves, mas errando o alvo.
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial