-- ANUNCIE AQUI ! ---------------------------------------------------------------------------

24 dezembro 2021

Homem que clonou cartão da Xuxa é preso com mulher dentro de avião em Jericoacoara









Casal que estava prestes a embarcar para São Paulo foi preso dentro de avião no aeroporto de Jericoacoara, no início da tarde de quarta-feira, 22, quando estava prestes a embarcar. O homem de 32 anos, identificado como Artur Franklin de Sousa Lima e a mulher de 21, chamada de Kianna Ivy Cunha Amorim, apresentaram documentos falsos durante a abordagem da Polícia Civil, que tinha o objetivo de cumprir mandados de busca e apreensão contra a dupla.

De acordo com as investigações realizadas pela Polícia Civil, a dupla está envolvida em fraude contra instituições financeiras, gerando um prejuízo superior a R$ 200 mil a essas instituições. Os dois são foragidos da Justiça de São Paulo. Artur já havia sido preso por um caso de grande repercussão nacional, ao, em 2008, ter aplicado um golpe no qual clonou o cartão de crédito da apresentadora Xuxa Meneghel.

Em um primeiro momento, a dupla havia conseguido fugir das investidas policiais realizadas em Fortaleza e em Caucaia, onde os policiais civis buscaram cumprir os mandados, que resultaram na apreensão de duas armas de fogo, sendo um revólver e uma pistola.

Em um segundo momento, as investigações policiais localizaram a dupla em Jijoca de Jericoacoara e identificaram que teriam como próximo destino a cidade de São Paulo. Com as informações levantadas, a PCCE conseguiu abordar a dupla no aeroporto.

"Essa operação se iniciou na segunda-feira com a vinda de agentes da Polícia Civil de São Paulo para o Ceará no intuito de realizar a captura e o cumprimento dos mandados de busca e apreensão", explica Edvando França, diretor do Departamento de Inteligência da Polícia Civil.

De acordo com o serviço de inteligência da PCCE, foi identificado que, além de Jericoacora, a dupla também havia passado pelo município de Camocim. França destaca que Artur já possui uma extensa ficha criminal.


"Eles possuem empresas interpostas para dar um ar de credibilidade ao dinheiro que eles recebiam oriundo de fraudes. O Artur já foi preso diversas vezes fazendo o mesmo esquema", destaca.

Jean Bruno Weddigen, delegado regional de Acaraú, conta que enviou duas equipes para o aeroporto ao receber informações da equipe de inteligência.

"Mediante informações levantadas pela nossa delegacia regional, foi nos passado que esse casal estaria no aeroporto embarcando. De pronto, encaminhamos duas equipes para o local e já no avião identificamos pelas tatuagens quem seriam eles", relata.

Com os suspeitos, foram encontrados, além dos documentos falsos, diversos cartões bancários e uma quantia de R$ 9 mil.

Além da prisão relacionada à clonagem de cartão da apresentadora Xuxa Meneghel, Artur já havia sido preso em 2017 pela Polícia Federal, pela prática de crime cibernético, fraude e formação de quadrilha.

A operação contou com o trabalho conjunto da Delegacia Regional de Acaraú, da Delegacia de Combate aos Crimes de Lavagem de Dinheiro (DCLD) e do Departamento de Inteligência da PCCE.

As tratativas de envio dos presos para a cidade de São Paulo serão realizadas pela própria Polícia Civil paulista.

O povo
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial