-- ANUNCIE AQUI ! ---------------------------------------------------------------------------

15 dezembro 2021

PT do Ceará abrirá debate interno sobre candidatura própria ao governo





Em reunião na sede do partido, representantes de correntes internas da sigla entregaram, ao presidente Antonio Filho (Conin), documento em que pedem a abertura do diálogo sobre o tema nas instâncias partidárias.

Por: Imprensa Livre do CearáFonte: Repórter Ceará



O PT do Ceará deu, na tarde dessa segunda-feira, 13, o primeiro passo no debate sobre o lançamento de candidato próprio ao governo estadual, em 2022. Em reunião na sede do partido, representantes de correntes internas da sigla entregaram, ao presidente An


O PT do Ceará deu, na tarde dessa segunda-feira, 13, o primeiro passo no debate sobre o lançamento de candidato próprio ao governo estadual, em 2022. Em reunião na sede do partido, representantes de correntes internas da sigla entregaram, ao presidente Antonio Filho (Conin), documento em que pedem a abertura do diálogo sobre o tema nas instâncias partidárias. O dirigente informou que irá apresentar, já nesta terça-feira, o documento à Executiva Estadual do partido e prometeu convocar o Diretório Estadual para reunião, em janeiro, visando debater o seu teor. “Vai ser colocado para apreciação do conjunto do partido. Se tem uma coisa que marca o PT é nosso apego ao debate”, garantiu Conin.

O deputado José Airton, principal defensor da candidatura própria petista, afirmou que o partido terá a oportunidade de fazer um debate qualificado. “Temos bastante tempo até a decisão para acumular uma discussão, fazer avaliações e desenhar um projeto para apresentar ao Ceará”, comentou. O parlamentar, que já disputou duas eleições ao governo pelo PT, defende o partido realize “encontros que gerem oportunidade de consolidar nosso alinhamento com o projeto nacional”, referindo-se à candidatura de Lula à Presidência da República.

Aliança com PDT

O ex-vereador de Fortaleza, Deodato Ramalho, representante da tendência Articulação de Esquerda, afirmou que a relação com os Ferreira Gomes é prejudicial ao partido. “Essa ideia de palanque duplo gera uma grande dificuldade para o PT”.

Já Vaumik Ribeiro, da Articulação na Luta, defendeu a participação da militância nas decisões. “Qualquer aliança política eleitoral feita por cima prejudica o andar de baixo, que precisa ter vez e voz”, afirmou.


Conin afirmou que o debate vai decidir se a aliança de 16 anos será renovada. “Acredito que vamos sair mais fortes e mais unidos do debate”, concluiu.
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial